Craque do Botafogo, Seedorf está de férias na Europa, onde deu entrevista para o “Canale Milan”. Ele revelou quem são suas referências na vida: Nelson Mandela, Phil Jackson e Oprah Winfrey.

Veja os principais trechos, reproduzidos pelo site Globoesporte.com.

“O Mandela foi crucial, deu a confiança necessária para fazer a diferença, não só para mim quanto para os outros. É graças a dele que eu faço uso do meu papel de contribuir para um mundo melhor. Sua mensagem para o mundo do esporte foi vital, mas, em parte, subestimada no universo esportivo. Por isso que um dos meus objetivos é fazer com o que o futebol seja uma modalidade mais consciente de sua responsabilidade social.”

“A luta contra o racismo é um bom exemplo, comportando-se de forma adequada e deixando de lado preconceitos. Combater o racismo é equivalente a uma luta contra um fantasma que tira uma energia preciosa para as ações concretas. É preciso estar aberto a conhecer, ter novas experiências e ideias.”

“A força do Brasil está na juventude, em sua alegria e partilha de valores com a família. Muitos ainda não entendem que o esporte faz parte da cultura e da educação dos jovens. No Brasil, coloquei minha experiência de vida a serviço dos jovens, principalmente. Visitei escolas para falar com milhares de crianças e expliquei a importância de continuar com os estudos, porque nem todos vão conseguir realizar o sonho de ser jogador de futebol.”

“Eu visitei os meninos da prisão Degase para tentar inspirá-los, deixá-los saber que, mesmo que tenham cometido erros, ainda podem corrigir e perseguir um futuro melhor. Nos últimos dias, entrei para o conselho do “Laureus”, uma fundação que tem Mandela como padrinho e que usa a filosofia e o poder do esporte para promover a mudança social.”

” Além de Mandela, outra referência constante para mim é meu pai. No mundo do esporte, certamente o treinador da NBA Phil Jackson, que é capaz de introduzir dentro do basquete a sua espiritualidade e força de valores. Depois, a apresentadora de TV dos Estados Unidos Oprah Winfrey, uma das mulheres mais poderosas do mundo e que colocou seu talento a serviço da sociedade para ajudar a fazer a diferença.”

“A espiritualidade é uma característica forte em mim. Estou muito interessado em aprender sobre as diferentes facetas da religião e aos valores universais que levam a respeitar a si mesmo e aos outros Acho que os desafios e dificuldades são uma grande oportunidade para crescer. Meu desejo para o próximo ano deve ser o mesmo de todos, saúde e paz interior para o mundo inteiro.”

Fonte: Redação FogãoNET