A eliminação diante do Grêmio, após derrota por 1 a 0 nesta quarta-feira, não apagou dos jogadores do Botafogo a impressão de que o time fez uma bela campanha na Libertadores. O atacante Guilherme, que entrou no segundo tempo e não conseguiu evitar a queda nas quartas de final, admitiu a tristeza e o sentimento de “quero mais”, mas lembrou que a trajetória alvinegra ficou acima das expectativas de muitos.

– É triste, né? Fizemos uma Libertadores excelente desde o começo. Na pré-Libertadores muitos desacreditavam na gente. A torcida está de parabéns. O sentimento é de tristeza, de que poderia ir um pouco mais longe – lamentou Guilherme.

Para o volante Rodrido Lindoso, o Botafogo merece se orgulhar da campanha nesta Libertadores e deve se dedicar agora a disputar a competição regularmente.

– A gente sai de cabeça erguida porque foi muito bonito o que fizemos atré aqui. Vamos focar no Brasileiro, só não estamos no G-6 por saldo de gols. Liutamos ao máximo, eu estava esgotado no final., A gente pede desculpa à torcida, mas saímos de cabeça erguida por tudo que fizemos. Vamos conversar e botar esse desafio de botar a vaga na Libertadores, para o Botafogo estar de forma constante na competição, porque uma hora a nossa vez vai chegar – disse o volante.

Guilherme fez eco ao discurso de Lindoso e disse que o Botafogo precisa estar na próxima edição da Libertadores.

– Fomos muito superiores ao Grêmio no primeiro tempo, tivemos mais chances. É triste falar “tem que pensar no próximo jogo”, mas é levantar a cabeça para o Brasileiro, porque o Botafogo merece disputar outra Libertadores – afirmou.

Fonte: O Globo Online