A passagem de Daniel Carvalho no Botafogo chegou ao fim logo após o término da Série B do Brasileirão. Três dias após a última partida da equipe na Segundona do futebol nacional, o clube publicou nota oficial agradecendo ao atleta e informando que o mesmo não permaneceria para a temporada de 2016.

Neste sábado (12), o ex-jogador da equipe carioca participou do jogo comemorativo pelos 10 anos da Fundação Edmilson, que teve transmissão ao vivo dos canais Esporte Interativo, e foi perguntado pelo repórter Flávio Passos sobre sua saída do Alvinegro. Ao ser questionado, o meia-atacante revelou detalhes de sua dispensa.

“Entendo porque é um direito da diretoria e a gente tem que saber respeitar. Não fui eu quem quis sair. Ricardo também colocou a vontade dele, que contava comigo para o próximo ano, só que foi uma opção da diretoria. Em nenhum momento existiu uma conversa comigo de renovação. Eles chegaram só a perguntar se eu aceitaria até o final do Carioca, mas já sabendo que eu não queria, porque acho que não preciso provar em um Campeonato Carioca que tenho condições de jogar a Série A. Esse ano, na Série B, consegui provar que tenho qualidade para jogar. E é o que eu disse, não foi problema salarial, nem comigo. Foi uma opção deles, sem dúvida nenhuma eu sei respeitar e não vai ser hoje, depois de velho, que vou faltar com respeito à diretoria”, afirmou.

Aos 32 anos, o atleta disputou 33 jogos pelo Botafogo, marcou três gols, conquistou 19 vitórias e ajudou o clube no acesso de volta à elite do futebol brasileiro.

Fonte: Esporte Interativo