O Botafogo vai ao Tijuca Tênis Clube nesta quinta-feira, às 20h, para medir forças contra o Flamengo no JOGO 2 da semifinais do NBB. A equipe alvinegra foi superada no primeiro duelo por 79 a 77 e precisa do resultado para empatar a série e ter nova oportunidade de jogar em General Severiano. A partida será transmitida pelo FoxSports.

No Oscar Zelaya lotado e com uma grande reação nos últimos quartos, o Glorioso esteve perto de abrir a série com vitória, mas não conseguiu conter o último ataque flamenguista. A equipe mostrou consistência tática, entrega máxima e um coletivo forte, característica marcante dos alvinegros durante toda a temporada. Responsável pela bola de três a 00:08 do fim do jogo, Henrique Coelho falou sobre as expectativas para os próximos confrontos. O capitão alvinegro também aproveitou a oportunidade para agradecer a torcida pela festa na última sexta e reforçar o desejo de vitória.

JOGO 1

– Foi uma das derrotas mais doloridas do campeonato porque a vitória estava muito perto e acho que acabamos perdendo pra nós mesmos. Jogamos bem, as ações táticas funcionaram, crescemos como time e nos fortalecemos como grupo. Foi ruim pelo resultado, mas foi bom para mostrar mais uma vez a força do Botafogo e que seguimos o caminho certo.

ASTRAL

– Quanto mais difícil, melhor. A gente tá muito feliz de ter a oportunidade de entrar em quadra para jogar uma semifinal de NBB, um lugar que muitos queriam chegar. Então, aqui não existe baixo astral, desconfiança e muito menos jogador desmotivado. Estamos vivendo um momento especial e todo mundo está dando o máximo para alcançar o topo e escrever nosso nome na história do Botafogo.Vamos lá para brigar com todas as nossas forças e jogar o nosso melhor basquete.

TORCIDA

– Tenho que agradecer muito, foi uma coisa que eu ainda não tinha vivido na careira. Estava surreal, lotado e com uma energia incrível. Muitas vezes estávamos cansados, olhávamos pra eles e eles puxavam ainda mais o nosso time. Também vamos ao Tijuca neste final para lutar pelos nossos torcedores, para trazer a série pra General Severiano de novo e entrar em quadra com aquela atmosfera maravilhosa que eles criaram.

JOGO 2

– A defesa vai ter que funcionar muito bem. Sabemos quem vai puxar o jogo lá e temos que ir firme em cima deles. Acredito num jogo dicidido nos detalhes, nos mínimos detalhes. É uma postura melhor na defesa, um posicionamento, um bloqueio bem feito, esses pontos devem decidir o jogo. Na última sexta, por exemplo, nosso time teve 100% de aproveitamento nos lances livres, algo que mostra como estamos focados. Esse é o caminho para vencer na casa deles e estender essa série.

Após o duelo de sábado, os times voltam à quadra para o JOGO 3 no sábado, às 14h, no Tijuca.

Fonte: Site oficial do Botafogo