Após dois dias de folga, o descanso para o elenco do Botafogo acabou. Os jogadores se reapresentaram nesta terça-feira e participaram do treino em General Severiano, depois do empate contra o Flamengo, no clássico realizado no último sábado.  Depois de atividade comandada pelos preparadores físicos do Alvinegro, Neilton foi o jogador escolhido para falar e fez questão de fazer elogios à torcida do Botafogo, pela participação no clássico. Os alvinegros tiveram apenas 10% dos ingressos à sua disposição.

“Falei em casa e também no vestiário. O que a torcida fez no jogo foi sacanagem. O que eles gritaram. Acabou o jogo e só deu para ouvir a torcida do Botafogo. Foi emocionante. Mesmo com 10%, a torcida calou o Maracanã. Foi sensacional”, afirmou o atacante.

Destaque do Botafogo no ano, Neilton ainda não tem seu futuro garantido no clube. Emprestado pelo Cruzeiro, o jogador diz que pretende continuar no clube em 2017, mas não quer pensar na renovação nesse momento do Brasileirão.

“Meu foco é terminar bem o Brasileiro e colocar o Botafogo aonde ele merece. Para o ano que vem, deixo nas mãos de Deus. Estou tranquilo, em paz, dando o meu melhor, e deixo o meu agente resolver essa questão de renovação. Já deixei bem claro que meu desejo é ficar no Botafogo.”

Consolidado na quinta colocação, o Botafogo se aproxima ainda mais de uma vaga na Libertadores em 2017. Apesar do bom momento do time, Neilton preferiu adotar discurso contido, mantendo os pés no chão, sem se precipitar.

“Falta um pouco ainda. Apesar do empate, os resultados da rodada foram favoráveis. Mas mantemos a humildade, mantendo o que estamos fazendo, para alcançar o nosso objetivo e não nos empolgar com os comentários externos”, ressaltou.

O Botafogo não teve a presença do técnico Jair Ventura, que está em São Paulo, durante as atividades físicas comandadas por Felippe Capella e Ednilson Sena. Com a pausa para os jogos das Eliminatórias, o clube carioca só volta a campo na próxima quarta, quando recebe a Chapecoense, num descanso considerado importante para que o time se prepare melhor.

Fonte: O Dia Online