As duas vitórias consecutivas em casa pelo Campeonato Brasileiro (Bahia e Fortaleza) foram importantes para o começo de competição do Botafogo e, principalmente, para o técnico recém-chegado Eduardo Barroca. Depois de construir carreira nas divisões de base, ele teve a grande chance profissional até aqui ao assumir o cargo no time principal do Alvinegro.

É claro que o Botafogo apostou no técnico, mas queria observar o entrosamento com o elenco e o trabalho no dia a dia. Apesar das limitações do grupo, o resultado saiu melhor do que a encomenda até o momento.

“O Barroca chegou muito bem, pois tem uma forma de trabalhar particular. Ele conhece o Botafogo e a maioria dos jogadores. A adaptação foi rápida e positiva. Aconteceu de um jeito bom para o grupo. O treinador entendeu o que precisamos para trabalhar e encaixou muito rápido”, disse o zagueiro Joel Carli.

Com seis pontos em três jogos disputados até aqui no Campeonato Brasileiro, o Botafogo tem pela frente o Fluminense, amanhã, no Maracanã. O Alvinegro tentará vencer o primeiro rival carioca no ano e emplacar o terceiro triunfo consecutivo no Brasileirão.

O elenco abraçou a filosofia de Eduardo Barroca e tenta reunir o que tem de melhor para que o Botafogo construa uma campanha consistente no Brasileirão. O trabalho ainda está no início, mas o entrosamento entre comandante e comandados já é considerado um trunfo nos bastidores.

“O mais importante é que ele deixa o jogador bem à vontade e dá opções para trabalhar com a bola. Isso facilita dentro de campo e no dia a dia. Está ajudando o Botafogo”, complementou o experiente zagueiro Carli.

Fonte: UOL