O governador Luiz Fernando Pezão, que teve bens furtados de seu apartamento no Leblon, Zona Sul do Rio, na última quarta-feira (10), disse nesta segunda que os responsáveis pelo crime já foram identificados e os itens recuperados.

O apartamento de Pezão fica na Rua Rainha Guilhermina. De acordo com o governador, as primeiras informações dão conta de que o grupo era possivelmente o mesmo que praticou outro assalto na Rua Dias Ferreira no mesmo dia da invasão a seu imóvel. “O que tinha de mais valor era uma camisa autografada do Botafogo, assinada até pelo Carlos Alberto Torres”, disse Pezão, referindo-se ao capitão do tricampeonato mundial do Brasil em 1970, morto ano passado.

O registro foi feito pela primeira-dama do estado, Maria Lúcia Horta Jardim. Na delegacia, o enteado do governador reconheceu alguns itens que foram recuperados como uma camisa do Botafogo, uma mala e duas garrafas de bebida.

Segundo investigadores, a quadrilha que praticou o assalto é de São Paulo, especializada em assaltos a residência, e atua em vários estados. Duas pessoas já foram presas. Ainda segundo policiais que investigam o caso, os bandidos não sabiam que o prédio era do governador.

A notícia do assalto foi publicada inicialmente pelo jornal “O Dia” e confirmada pelo G1. De acordo com o jornal, o apartamento foi invadido e roubado por homens encapuzados e armados. Os criminosos levaram objetos como computadores. Segundo o governo do Estado, o governador não mora no imóvel há seis meses.

Fonte: G1