Uma coincidência cruza o caminho de Botafogo e Cruzeiro no duelo desta tarde, no Mineirão. A Raposa está na Copa Libertadores, e é a terceira equipe em disputa da principal competição do continente que o Glorioso enfrenta neste Campeonato Brasileiro. Antes, uma vitória e um empate. Ao longo da temporada, o mesmo número de vitórias e derrotas. O Alvinegro quer mais.

– Vi o jogo todo na quarta. O Cruzeiro foi muito feliz nas idas ao ataque contra o Vasco, fez três gols rapidamente. Serviu para a gente lembrar, mais uma vez, do quanto o Cruzeiro é forte. Pegamos lance de outros jogos também. Precisamos de atenção – recordou o treinador.

Invicto nas três rodadas já disputadas do Brasileirão, Alberto Valentim é adepto da teoria de Guardiola: começar e terminar bem a competição é decisivo para as pretensões da equipe. Por isso quer prolongar a boa fase.

– Concordo (que o Brasileiro é decidido nas oito primeiras e oito últimas rodadas). Principalmente se algumas equipes não forem bem. O Corinthians bateu recordes de invencibilidade, de distância para os principais concorrentes – lembrou Valentim.

Em Belo Horizonte, Mano Menezes vai colocar praticamente força máxima para tentar, finalmente, repetir o bom desempenho que o time vem tendo no torneio internacional. Exatamente o que o Glorioso tenta evitar.

Fonte: Terra