Willian Arão fez de tudo para sair do Botafogo e rumar para o clube da Gávea. A “negociação” – se é que assim pode ser chamada, já que o clube Alvinegro não estava de acordo – foi recheada de polêmica, falta de ética e o caso foi parar na Justiça.

O volante, contudo, conseguiu o que queria. Vestiu a camisa rubro-negra e, em fevereiro de 2016, afirmou:

“A partir do momento que eu tomei minha decisão, ela já tinha valido a pena ali, né? Então, ela valeu, sim, a pena. Jogar no Flamengo também era um sonho”.

Mas, parece que a fantasia está prestes a acabar. Sem espaço em seu clube dos sonhos e com apenas oito jogos disputados neste ano, Arão pode estar de saída do Flamengo.

E o destino pode ser o Internacional, clube no qual Rodrigo Caetano (ex-Flamengo) assumiu o cargo de diretor executivo nesta quinta-feira.

Arão está na lista de atletas monitorados pelo departamento de futebol do Colorado. Caetano, entretanto, negou que esteja tratando da negociação e que ainda não falou de nomes com a diretoria.

“Questão do Willian Arão, não conversamos de nomes. Qualquer tipo de especulação é porque vinha sendo tocado antes da minha chegada. Agora, vamos nos informar de tudo”, afirmou o novo dirigente.

De acordo com o GloboEsporte.com, o técnico Odair Hellmann teria se mostrado entusiasmado com a possibilidade. E todo o esforço de Arão para jogar na Gávea pode ter sido em vão.

Fonte: OneFootball