A maior dor de cabeça de Ricardo Gomes tem sido a baixa produtividade dos homens de frente. E parte do problema passa pelos momentos ruins de Neilton e Luis Henrique, que ainda não engrenaram em 2016.

Depois de perder o início do Estadual devido a uma lesão na coxa esquerda, Neilton voltou com estilo ao marcar o gol da vitória sobre a Portuguesa, de pênalti. Mas o atacante parece longe da titularidade. Apesar de ser usado com frequência por Ricardo Gomes, ainda não disputou uma partida inteira sequer na temporada.

Já Luis Henrique, mesmo sem brilhar, ensaia um retorno ao time. Ele marcou contra o Coruripe-AL, na Copa do Brasil, e atuou por 45 minutos, no último domingo, diante do Bangu.

Enquanto não tem Sassá, que se recupera de lesão no joelho esquerdo, Ricardo Gomes precisará se dedicar à reabilitação de seus atacantes se quiser fazer bonito no mata-mata do Estadual.

Fonte: Extra Online