Oswaldo confirma abatimento de Lodeiro e confia na volta por cima dele e de Hyuri

Compartilhe:

Considerado jogador fundamental para a campanha do Botafogo nesta temporada, Lodeiro perdeu a vaga no time para o jovem Gegê e mais uma vez ficará no banco de reservas, contra o Goiás, domingo, no Serra Dourada. A situação fez com que o uruguaio demonstrasse um abatimento já percebido pelo técnico Oswaldo de Oliveira.

O caso é encarado com naturalidade pelo comandante do time. No entanto, Oswaldo confia na recuperação de Lodeiro no futuro próximo. O jogador vem sendo convocado constantemente para a seleção uruguaia e desfalcará o time mais uma vez em pelo menos dois jogos no Brasileiro.

– Ele está sim um pouco abatido. É natural que isso aconteça quando um jogador perde a posição. Mas o Lodeiro não é de se entregar e tem demonstrado vontade de reconquistar o seu espaço. Nem achei que estivesse tão mal, foi o Gegê que entrou bem, mais descansado – comentou Oswaldo.

As saídas constantes de Lodeiro para a seleção do Uruguai são tratadas pelo treinador como um motivo para a sua queda de rendimento em alguns momentos da temporada. Oswaldo acredita que o comportamento é diferente nas duas situações.

– Altera o comportamento dele no campo quando volta. Por isso, momentaneamente, o Gegê conseguiu ultrapassá-lo. Mas ele não é uma peça de automóvel, que você troca. São seres humanos, que oscilam. Minha função é ver quem está melhor e utilizá-lo – disse Oswaldo.

Outro jogador que perdeu espaço foi o atacante Hyuri. Depois de um começo fulminante, com golaços e grandes atuações, atuou em apenas dois dos últimos cinco jogos. Além disso, em outubro, entrou em campo como titular uma vez. Em setembro, por exemplo, iniciou quatro partidas.

– Falo do Hyuri com orgulho pelo que tem feito pelo Botafogo. Fez golaços, teve mídia e com isso ele passou a ser visto de outra forma em todos os lugares. Dava autógrafos antes de chegar em casa. No clube, as entrevistas se multiplicaram. Passou por essas emoções e teve um desequilíbrio, mas tem potencial e está se recuperando. Ele subiu demais, e para se sustentar é difícil. Agora acho que está pisando no chão novamente e vai poder produzir para o time – explicou Oswaldo.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários