Oswaldo elogia recuperação do gramado de Volta Redonda

Compartilhe:

Enquanto ainda negocia futuras sedes para seus jogos no Campeonato Brasileiro enquanto o Engenhão segue interditado por problemas na cobertura, o Botafogo deve usar o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O jogo contra o Santos, dia 29, já está marcado para o local e o mesmo deve acontecer contra o Cruzeiro, no dia 1 de junho.

O técnico Oswaldo de Oliveira gostou do que viu na vitória por 3 a 0 sobre o CRB-AL, quarta-feira, que garantiu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. O estádio ficou um bom tempo sem receber jogos com o fim do Campeonato Carioca, no dia 5 de maio.

– O número de jogos vinha sendo muito grande. Esse acúmulo danificou muito o gramado, mas o trabalho foi bem feito e espero que com um espaço maior chegue nos jogos em condições de proporcionar um espetáculo de bom nível – explicou Oswaldo.

Contra o CRB-AL, o Botafogo ainda enfrentou dificuldades apesar do gramado em bom estado. Antes, durante e depois do jogo, o time sofreu com a chuva que caiu em Volta Redonda e atrapalhou o melhor toque de bola.

– Mas também atrapalhou o adversário, que errou muitos passes e cruzamentos. O estado do gramado estava melhor, mas choveu demais, infelizmente, o tempo todo e isso torna a bola mais rápida, ocasionando muitos erros de passe e chute – comentou Oswaldo.

Antes de enfrentar Santos e Cruzeiro, o Botafogo entra em campo pelo Campeonato Brasileiro no sábado, contra o Corinthians, no Pacaembu, na abertura da competição.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários