Oswaldo minimiza gols no fim e diz que são coincidência

Compartilhe:

O Botafogo cedeu empate ao time adversário mais uma vez no fim da partida, na noite da última quinta-feira, no empate de 3 a 3 com o Internacional, no Maracanã. Porém, para o treinador Oswaldo de Oliveira, não há nada de anormal em sofrer gols no fim dos jogos.

– O jogo tem os acréscimos. Você pode sofrer o gol no primeiro minuto ou nos acréscimos. Nós não levamos os gols porque tinha chegado aquele momento do jogo. Poderíamos ter sofrido os gols em outros momentos – explicou o treinador, que evitou falar em pontos perdidos contra Flamengo, Atlético Mineiro e Inter, adversários que marcaram gols nos últimos minutos dos jogos contra o Botafogo:

– Não gosto de ver esse lado. Acho que não perdemos seis pontos. Empatamos com equipes muito qualificadas. O momento do gol, é claro, é um momento psicológico, que temos trabalhado para evitar, mas não escolhemos quando vamos tomar os gols – disse o técnico em entrevista coletiva concedida após o empate com o Colorado.



Fonte: Lancenet!
Comentários