Indignação. Essa foi a tônica da entrevista de Oswaldo de Oliveira após a derrota do Sport para o Botafogo. O time, que não perdia há seis jogos, sofreu um revés por 3 a 0 e viu a ira do treinador.

“Foi um jogo muito estranho. Tenho até que me conter para não exagerar na tinta. Mas espero que tudo o que a gente tinha para errar, seja em um jogo só. Não é o Sport que conheço. Esse terceiro gol (do Botafogo), nem coloco na mesma conta. Os dois primeiros foram coisas que a gente vê e não admite”.

Sem conseguir explicar a atuação, ele não conseguiu disfarçar a revolta com o que seus jogadores apresentaram na noite deste sábado (20) e, mais uma vez, disse que acabaria exagerando nas críticas se continuasse falando.

“Não consigo disfarçar a minha chateação. Um jogo desse, nessas condições e, principalmente, depois do que o Sport vinha apresentando… O que dizer? Melhor encurtar para não passar dos limites”.

Para finalizar, Oswaldo definiu a partida do Rubro-Negro da Ilha do Retiro como inadmissível.

“Tenho algumas observações. Nosso time passou meia hora para se acostumar a jogar nesse gramado. E foi nesse tempo que a gente falhou muito, até o primeiro gol do Botafogo. Não vínhamos comentando essa falha. Jogar dessa maneira é inadmissível”.

Fonte: Esporte Interativo