Oswaldo usa status de ‘recuperador de atletas’ por B. Mendes

Compartilhe:

 Desde que chegou ao Botafogo, em janeiro de 2012, o técnico Oswaldo de Oliveira deu provas de que sabe recuperar um atleta em má fase. Foi assim com Márcio Azevedo, Julio Cesar e Rafael Marques. E no que depender do treinador, outro jogador já pode se animar. O comandante quer usar seus métodos para que Bruno Mendes dê a volta por cima com a camisa do Alvinegro.

Bruno Mendes foi contratado junto ao Guarani sem muito entusiasmo. Ele, no entanto, estourou na reta final do Brasileiro do ano passado ao marcar seis gols em oito jogos e foi convocado para a seleção brasileira sub-20, em janeiro de 2013. Voltou ao Botafogo e retomou a titularidade, mas não conseguiu reeditar as boas atuações. Atualmente se recupera de uma cirurgia para extrair uma verruga do pé. O atacante marcou apenas dois gols em 18 jogos nesta temporada.

“O melhor para o Bruno é se equilibrar. Nessa conversa que tive com ele, eu disse que minha expectativa é voltar bem e que as portas estariam abertas para ele. Eu dou essa possibilidade. Comigo não mudou nada, quando voltar com disposição, vamos trabalhar bem e reeditar as grandes partidas”, disse Oswaldo de Oliveira.

O primeiro a ser recuperado foi Márcio Azevedo, insistentemente vaiado pelos torcedores. Assim que chegou, Oswaldo de Oliveira teve uma conversa com o jogador e procurou passar confiança. O camisa 6 cresceu de produção e selou a paz com a torcida. Após alguns meses de boas atuações, o lateral esquerdo foi vendido para o Metalist, da Ucrânia.

Com a saída de Márcio Azevedo, Oswaldo de Oliveira definiu Julio Cesar como titular. O lateral esquerdo não passava confiança, já que estava em baixa na carreira após ser eleito o melhor de sua posição no Brasileiro de 2009, pelo Goiás. Sem muito sucesso por Fluminense e Grêmio, o jogador se recuperou e é hoje um dos pilares do Botafogo.

O último é o mais especial para Oswaldo de Oliveira. Indicado pelo treinador em 2012, Rafael Marques chegou logo após a saída de Loco Abreu e sofreu com a fúria dos torcedores, ainda revoltados por ter perdido um de seus ídolos. O atacante recém-chegado do Japão não teve vida fácil e virou motivo de piada nas arquibancadas. Hoje, conquistou a titularidade, fez o gol do título carioca sobre o Fluminense e é o artilheiro do Alvinegro no Brasileiro, com seis gols.

O próprio Rafael Marques procura passar confiança a Bruno Mendes. Ele lembrou do seu passado recente e citou seu caso como exemplo para que o companheiro dê a volta por cima. “Relação que temos é de família. Conversei com o Bruno, sabemos muito bem o que é passar por essa situação. Sei bem o que ele está passando. Conversamos há duas semanas. Tentei orientar nesse momento de dificuldade. Ele deve ter tranquilidade. O Brasileiro é longo, precisaremos de todos e o Bruno não é exceção”, afirmou Rafael Marques.

Um dos motivos que pode explicar a queda de rendimento ocorreu fora de campo. Recentemente, Bruno Mendes trocou de empresário: saiu Gustavo Arribaz e entrou Juan Figger. O atacante tem contrato com o Macaé até 2017 e está emprestado ao Alvinegro até o fim desta temporada. Ele ainda não completou os seis jogos neste Brasileiro e pode disputar a competição por qualquer outra equipe.



Fonte: UOL
Comentários