Um gol sofrido nos acréscimos do segundo tempo impediu o Botafogo de comemorar a segunda vitória seguida no Campeonato Carioca e a liderança da competição. O 2 a 2 contra o Volta Redonda deixou os jogadores botafoguenses muito chateados, porém, na visão deles, o fato deve servir de lição para a partida deste sábado no Engenhão contra o Bonsucesso. O jogo vai marcar o reencontro da torcida com o estádio, que ficou mais de um ano fechado por conta de risco em suas estruturas.

“Nós poderíamos estar comemorando a segunda vitória consecutiva na competição, mas infelizmente não conseguimos segurar o resultado e levamos o gol de empate. No futebol é preciso ter concentração durante toda a partida, mesmo quando ela está perto de acabar. Acabamos pagando caro pelo erro de concentração e agora temos que trabalhar ainda mais forte para que isso não volte a acontecer no jogo de sábado. Vamos jogar em casa e a vitória é o único resultado que nos interessa”, afirmou o goleiro Jéfferson.

O atacante Bill pensa de maneira parecida. “Não podemos levar um gol quando o jogo está perto de acabar, pois isso acaba comprometendo todo o trabalho que foi realizado ao longo da partida. Porém, já é passado, não podemos mais mudar o que aconteceu e temos que nos preparar para que este tipo de erro não volte a acontecer no duelo contra o Bonsucesso”, disse o atacante.

 

Autor do primeiro gol alvinegro, o atacante Rodrigo Pimpão lembra que a falha se torna mais grave por ter sido alertada pelo goleiro botafoguense. “Nós acabamos pecando no fim do jogo mesmo com o Jéfferson tendo nos alertando sobre o posicionamento dos jogadores do Volta Redonda nas jogadas de bola parada. Infelizmente fomos punidos porque não conseguimos aproveitar as oportunidades que criamos para matar a partida”, lembrou.

Como a quinta-feira foi marcada apenas por trabalho regenerativo, a definição da formação do Botafogo para o jogo de sábado deverá ser definida no treino previsto para a manhã desta sexta-feira no Engenhão. Não estão descartadas mudanças e uma provável é a entrada do meia Fernandes, que deu mais velocidade ao time, no lugar de Gegê, que teve atuação apagada nos dois primeiros jogos do time na temporada.

Fonte: Yahoo!