A troca de mensagens nas redes sociais entre Flamengo e Botafogo não se restringiu apenas aos perfis oficiais dos clubes no Twitter. O vice-presidente de comunicação rubro-negro, Antonio Tabet, também falou sobre o assunto e disse que o rival tenta “camuflar a derrota inventando uma apologia”.

A polêmica começou quando a conta oficial do Flamengo escreveu no microblog: “#CadeVocê? Não adianta fugir, não adianta correr. Deu Mengão no Engenhão só com a Nação: 2×1”, após a vitória sobre o Botafogo, em clássico manchado pela morte de um torcedor alvinegro antes de a bola rolar.

Logo depois, o perfil botafoguense respondeu: “É sério que estão fazendo apologia à violência em um dia de confusão e morte? Para nós, o futebol não é isso. Começa por paz nos estádios”.

E, então, veio o posicionamento de Tabet, em sua conta pessoal. “É sério que estão tentando camuflar a derrota inventando uma ‘apologia’? Seria infantil se não fosse tão inconsequente e irresponsável”, escreveu o vice-presidente, que seguiu com uma piada relativa ao Vasco, que manifestou apoio ao Bota.

“Adivinha qual é o segundo clube tentando camuflar a derrota!”, provocou – em sua conta, o Vasco citou a postagem do Botafogo e escreveu: “Estamos com o Botafogo na luta pela paz nos Estádios”.

Por fim, Tabet encerrou sua sequência de postagens no Twitter escrevendo: “Somos todos menos alguns. Acostumem-se. Tudo é maior, mais importante, mais relevante. Isso aqui é Flamengo”.

Depois da troca de mensagens entre os perfis oficiais do clube, a conta do Flamengo escreveu: “Lamentamos a morte do torcedor e os ocorridos no Engenhão. Paz sempre. O futebol é alegria”.

Antes da partida no Engenhão neste domingo, uma briga entre torcedores matou Diego Silva dos Santos, de 28 anos e botafoguense, baleado. Outros sete foram encaminhados ao Hospital Municipal Salgado Filho, sendo que quatro recebram alta no próprio domingo e três seguiam internados, um em estado grave.

Fonte: ESPN.com.br