Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Ídolo do Botafogo, PC Caju dispara contra dirigentes: ‘Sanguessugas, coveiros da memória’

61 comentários

Compartilhe

Paulo Cezar Caju, ídolo do Botafogo, fala sobre o tricampeonato mundial em Caracas
Reprodução/Museu da Pelada

Um dos ídolos da riquíssima história do Botafogo, Paulo Cezar Caju mais uma vez desabafou com a situação do clube em sua coluna na “Veja”. Craque do futebol mundial, ele contou que preferiu dormir quando o Vasco fez 1 a 0 neste domingo no clássico realizado em São Januário.

“Quando o Vasco fez 1×0 fui dormir porque sei que o Botafogo não tem time para reverter um resultado e, pela manhã, não fiquei surpreso ao concluir o placar final: 3×0”, desabafou PC Caju, criticando os dirigentes que passaram pelo clube:

“Tenho 71 anos e ao longo dessa estrada venho acompanhando as destruições causadas pelos dirigentes, sanguessugas, destruidores de patrimônio, coveiros da memória. Vocês têm notícia de algum presidente, diretor, gerente, conselheiro ou vice preso? Não estão encarcerados e, pior, aproveitam-se da popularidade de alguns desses clubes, candidatam-se a cargos políticos. E me expliquem o que leva alguém a querer administrar, presidir, um clube falido?”

O ex-jogador lamentou a situação do Botafogo e citou os exemplos de Cruzeiro e Portuguesa.

“O Botafogo vinha falando de clube empresa e aguardava cair do céu a ajuda de uma família rica. “Quem dorme sonha, quem trabalha conquista” ensina a mensagem que vem colada aos pacotes de balas, que os meninos penduram nos retrovisores dos carros, nos sinais de trânsito. Botafogo, Portuguesa e Cruzeiro já conquistaram, viveram dias de glória, mas pelo jeito seus últimos presidentes não seguiram os ensinamentos da garotada dos sinais e agora estão engarrafados, sem saída, presos em um sinal vermelho que talvez não fique verde nunca mais.”

Fonte: Redação FogãoNET e Coluna do Paulo Cezar Caju (Veja)

Comentários