Após revelar insatisfação sobre a posição em que vinha atuando pelo Botafogo, Camilo colocou diversas dúvidas na cabeça do torcedor. No programa Troca de Passes do Sportv, Wagner Vilaron falou sobre o assunto.

Para o comentarista, a insatisfação gira em torno do próprio rendimento do camisa 10, pois sabe que ele pode render mais, e, consequentemente na perda do protagonismo do Fogão.

“Acho que o que pesa mais é perder o protagonismo. Ele sente que pode render mais. Ano passado foi o principal jogador do Botafogo. Para você tirar o Camilo da posição, que ele teve quase 30% de participação em gols para colocar o Montillo, ou qualquer outro, esse tem que ter rendimento daí para cima”, destacou.

Com a chegada de Montillo, Camilo teve de alterar seu posicionamento em campo, não sendo mais o principal armador do time, e tendo de contribuir mais com a marcação no meio de campo, pois, em 2016 ele era o cérebro da equipe, que contava com um trio de volantes que dava suporte e liberdade ao camisa 10.

“O Botafogo jogava com Airton, Bruno Silva e Lindoso, mas este saiu, foi colocado no banco, e a equipe foi restruturada. Nessa restruturação, com menos um volante, era claro que o Camilo se tornasse mais marcador, ou ele ou Montillo. Esse meia teria responsabilidade de marcar”, completou Vilaron.

Camilo está à disposição de Jair Ventura para o jogo decisivo contra o Fluminense, neste domingo, 16h, no estádio Nilton Santos. Quem vencer encara o Vasco na grande final da Taça Rio.

Fonte: Torcedores.com