Apesar de ter se livrado dos riscos de rebaixamento, o Botafogo ainda possui um objetivo no Campeonato Brasileiro: a classificação para a Copa Sul-Americana do ano que vem. A partida contra o Ceará, no próximo domingo, às 16h, no Nilton Santos, pela última rodada da competição nacional, portanto, será primordial para o destino final do Alvinegro na temporada.

O Botafogo é o 15º colocado na classificação, com 42 pontos, e, por isto, está fora da zona de Sul-Americana. O Fluminense, atualmente se classificando para o torneio, está uma posição acima, com 43. Ao lado do Alvinegro está a vantagem de ter três vitórias a mais, principal expoente nos critérios de desempate do Campeonato Brasileiro.

Portanto, os comandados de Alberto Valentim terão que pontuar mais que o Fluminense, independentemente das combinações, para ultrapassar o rival e garantir a classificação à rival. No mesmo horário do duelo no Nilton Santos, o clube das Laranjeiras enfrentará o Corinthians, em Itaquera. Se o Tricolor perder, basta um empate para conquistar o objetivo; se o rival empatar, o Glorioso terá que vencer o Vozão.

A classificação para a Sul-Americana é dada como uma necessidade ao elenco. Além de aumentar a premiação do Campeonato Brasileiro em R$ 900 mil (de R$ 11,9 milhões para R$ 12,8 milhões), além da possibilidade de ganhar renda na competição em 2020 – com a participação na atual temporada, quando foi eliminado nas oitavas de final para o Atlético-MG, o Botafogo arrecadou, ao todo, R$ 4,7 milhões.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo | Cupom de 10% de desconto

A possibilidade de participar de uma competição internacional também traduz algo importante pensando na gestão de clube-empresa que deve ser implantada durante 2020. A divulgação por estar em um torneio organizado pela Conmebol seria mais um motivo a favor do Botafogo para atrair possíveis investidores – vale ressaltar que a maioria destes serão estrangeiros.

Diante do Ceará, portanto, estarão em jogo mais do que simplesmente três pontos. Além da possibilidade de participar da Copa Sul-Americana pelo terceiro ano seguido e ganhar uma renda extra com cotas do Brasileirão e da própria competição em 2020, também existe a possibilidade envolvendo facilitar o trâmite com os possíveis novos investidores na profissionalização do departamento de futebol.

Fonte: Terra