​Na derrota por 3 a 2 para o Internacional no último sábado (31), o torcedor do ​Botafogo reviu um jogador que há muito não entrava em campo com a camisa alvinegra: Vinícius Tanque, que retornou ao clube após temporada emprestado ao futebol português. A iniciativa de dar minutos ao atacante de 24 anos faz parte de tentativa de Barroca em buscar novos arranjos possíveis para seu sistema ofensivo, ponto fraco da equipe no pós-Copa América.

Como destaca o ​Globoesporte, o jovem treinador não descarta nenhum dos jogadores que integram atualmente o elenco profissional alvinegro, e vem utilizando os treinos diários para tentar achar formações que façam seu ataque ser mais produtivo e eficiente. A perda de Erik para o futebol japonês, sem reposição, criou uma lacuna difícil de ser preenchida e mexeu com o entrosamento de uma trinca que vinha funcionando muito bem, cenário que explica a dificuldade da comissão técnica em reencontrar o formato ideal para o setor.

Diego Souza, Igor Cássio, Victor Rangel e agora Vinícius Tanque vem alternando na função de centroavante. Contudo, o primeiro tem sido testado nos treinamentos em função mais recuada, como armador, função que desempenhou por muito tempo em sua carreira. Marcos Vinícius, meia que estava emprestado à Chape, foi devolvido ao Alvinegro e reincorporado por Barroca, que já lhe deu os primeiros minutos em campo nas últimas rodadas.

O maior volume ofensivo contra o Colorado, com Diego Souza atuando com um articulador, faz desta formação uma possibilidade real para os próximos compromissos do Glorioso. O Alvinegro tem apenas 16 gols marcados em 17 rodadas de Brasileirão, quarta pior marca da competição.

Fonte: 90min