Com um 2017 marcado por vagas decididas dentro dos 90 minutos, o Botafogo conhece, na reta final desta temporada, uma nova forma de alcançar os seus objetivos: secando, ou seja, a velha torcida para que os adversários tropecem. O Botafogo está em sexto no Campeonato Brasileiro, com 43 pontos. A distância para o Cruzeiro, quinto, mas com vaga já na Libertadores, é de quatro pontos. Esta é a pontuação que também separa o Palmeiras, quarto, do Alvinegro.

As equipes se enfrentam na penúltima rodada do Brasileirão, em São Paulo, mas mesmo que o time de Jair Ventura vença, a distância diminui para um ponto, o que obriga o Glorioso a torcer por um tropeço dos paulistas. Por isso, o lateral-direito Arnaldo confessa: secou não só o Palmeiras, como também os outros concorrentes por uma vaga já na fase de grupos do ano que vem, mas não deu muito certo.

O time verde venceu o Atlético-GO. O Flamengo, sétimo, com 43, bateu a Chapecoense. O Grêmio derrotou o Coritiba e pulou para 49. Todos venceram como visitante, algo que o Botafogo não fez na rodada do fim de semana. O Santos empatou com o Vitória, na Vila Belmiro, e também tem 49, em terceiro. Apesar disso, ele pediu: é melhor focar no Botafogo a torcer por tropeços dos rivais.

– Sempre pensamos no próximo jogo. Temos que pensar em fazer o nosso. O estamos na Libertadores. Pensar em nós dá mais certo do que torcer por outros resultado. Infelizmente a rodada não foi boa. Perdemos o clássico, e os times de baixo pontuaram. Fiquei secando um pouco, mas o Brasileiro é muito difícil. Temos que manter o equilíbrio até o fim para conquistarmos a vaga – opinou Arnaldo.

Secando ou não, o Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45, quando visita o Avaí, na Ressacada, em jogo da 29° rodada. O zagueiro Carli, suspenso, é uma baixa confirmada.

Fonte: Terra