A insatisfação de René Simões após a vitória sobre o Bonsucesso, no último sábado, tem um motivo especial. De acordo com os indicadores produzidos pela comissão técnica do treinador, o Botafogo errou 40 passes apenas no primeiro tempo da partida. Destes, a maioria classificada como simples por René, aspecto visto como “inadmissível” pelo comandante alvinegro. O treinador espera uma evolução para o jogo desta quarta-feira, contra o Bangu, no Estádio Los Larios, em Xerém.

— Existem alguns detalhes que trabalhamos. Não conseguimos chegar aos 500 passes, jogando em casa, contra uma equipe que não nos colocou sob pressão. Erramos cerca de 40 passes. Isso é inadmissível. Treinamos e espero que a equipe evolua — analisou o treinador.

O treinador chegou a explicar os tipos de passe que a equipe vem errando. Caso o problema estivesse nas conexões mais complicadas, como lançamentos ou passes que quebram a defesa adversária, René afirmou que os erros seriam considerados normais. O problema está na troca de passes mais próxima e na saída de bola.

— Erramos três a quatro saídas de bola que me preocupam. O grande número de passes errados foram em ocasiões próximas, quando os jogadores estão perto um do outro. Isso não pode acontecer — frisou.

René justificou a manutenção do time titular para a partida de hoje contra o Bangu. Na sua visão, o Botafogo precisa de continuidade para continuar evoluindo:

— Acho que a equipe está equilibrada. Os jogadores precisam de continuidade. O Tomas, por exemplo, entrou agora e precisa atuar.

Fonte: Extra Online