Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC

ABC

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda

VRE

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo

BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa

POR

Preparador físico do Botafogo destaca período de treinos por ‘grupo homogêneo’

comentários

Compartilhe

Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo entrou em campo pela última vez no dia 13 de março no empate em 0 a 0 diante do Bangu, no Estádio Nilton Santos. De lá para cá o elenco teve seis dias de preparação antes do clássico diante do Vasco, domingo, em São Januário, algo que ainda não tinha ocorrido desde que Marcelo Chamusca assumiu a equipe. O Preparador Físico Roger Gouveia destacou o período de extrema importância para conhecer o elenco em formação e homogeneizar o grupo. O também recém-chegado profissional destacou o bom ambiente e o qualificado corpo de trabalho que encontrou ao chegar no Botafogo.

“A recepção foi a melhor possível. Trabalhar com o grupo de funcionários, comissão técnica e todos os departamentos com o intuito da reformulação do clube, falando a mesma língua e no propósito de dar o melhor suporte ao treinador da melhor forma possível. Essa primeira impressão foi muito positiva. Profissionais renomados no futebol brasileiro e um início promissor nesses quatro primeiros jogos. Tivemos uma semana de trabalho, semana essa importante para conhecermos as características físicas de nossos jogadores e o treinador colocar algumas situações de modelo de jogo e conceitos, o que está atrelado à parte física. Espero que com essa retomada – atletas retornando do departamento médico, outros sendo contratados – nesse sentido a semana foi muito produtiva para dar condição de deixá-los em condições o mais rápido possível para a sequência desgastante e forte que teremos”, disse Roger Gouveia.

Gouveia também destacou o envolvimento do grupo de trabalho para minimizar as individualidades dentro do elenco. Trabalho integrado para colocar os atletas em igualdade para o comandante Marcelo Chamusca.

“Todos da comissão técnica tem uma função bem definida para minimizar essa situação. Tem jogador retornando do Departamento Médico com um tempo de inatividade considerável e está fazendo um trabalho individualizado com um profissional. Alguns atletas já chegaram com ritmo de jogo, disputando campeonatos, treinando normalmente e só tivemos que colocá-los à disposição junto ao grupo após todas as avaliações que foram feitas. Outros chegaram já com certa idade, o que exige um trabalho diferenciado. Tudo isso para que possamos ter um grupo homogêneo, nas mesmas condições para deixá-los disponíveis ao treinador e ele escolher o melhor para cada jogo”, explicou o Preparador Físico.

E o próximo desafio do Glorioso na temporada será o clássico, o primeiro do ano, diante do Vasco, domingo, às 18h, em São Januário. O Botafogo ocupa a 4ª colocação na Taça Guanabara com cinco pontos. A equipe é a única na competição que não foi vazada.

Fonte: Site oficial do Botafogo

Comentários