O Botafogo iniciou reformulação de seu departamento de futebol e anunciou nesta segunda-feira a demissão de seis integrantes da comissão técnica, entre eles o preparador de goleiros Flavio Tenius e o preparador físico Ricardo Henriques, ambos da comissão permanente do clube.

Além da dupla, foram dispensados o auxiliar de preparação física Paulo Camello, os auxiliares técnicos Eduardo Barroca e Flávio de Oliveira e o analista de desempenho Marcelo Xavier. O técnico Eduardo Húngaro já havia perdido o posto de treinador na semana passada, após a eliminação na Libertadores. Ele segue no clube, como auxiliar.

A decisão foi tomada em uma reunião na manhã desta segunda-feira em General Severiano e partiu diretamente do clube, insatisfeito com os resultados da equipe na temporada. Em contato com o UOL Esporte, o preparador físico Ricardo Henriques explicou o ocorrido.

“O trabalho foi bem feito, mas o clube tem direito de fazer a reformulação que bem entender. Infelizmente chegou ao fim a trajetória desses profissionais, que não chegaram ao Botafogo apenas nesse ano. De qualquer forma agradeço a oportunidade de ter trabalhado nesse grande clube”, disse Ricardo Henriques.

Confira a nota oficial emitida pelo Botafogo:

O Botafogo de Futebol e Regatas comunica que, em processo de reformulação no Departamento de Futebol, o preparador físico Ricardo Henriques e seu auxiliar Paulo Camello, o preparador de goleiros Flávio Tênius, os auxiliares técnicos Eduardo Barroca e Flávio de Oliveira e o analista de desempenho Marcelo Xavier, não fazem mais parte da comissão técnica do clube.

O Botafogo agradece os serviços prestados pelos profissionais durante o tempo que estiveram no clube e deseja sucesso em suas respectivas carreiras.

Botafogo de Futebol e Regatas

Fonte: UOL