Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

X

Escudo Botafogo
BOT

Carioca

02/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

0

X

0

Escudo Nova Iguaçu
NOV

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

4

X

0

Escudo Macaé
MAC

Presidente da Ferj garante que Liga Sul-Minas-Rio não vai acontecer no ano que vem

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O presidente da Federação de Futebol do Rio, Rubens Lopes, deu sua palavra que, em 2016, não haverá a supostamente aprovada Liga Sul-Minas-Rio. Em entrevista à Rádio Bradesco Esportes, Rubinho disse que a CBF não lhe garantiu a realização do campeonato e que o secretário Walter Feldman não responde pela entidade ao dar aval para o torneio.

— Só digo e garanto que a chance de acontecer em 2016 é zero, primeiramente por falta de datas, efetivamente, e estamos nos posicionando dessa maneira, não em relação a ser contrário a qualquer clube, não podemos privilegiar um em detrimento da maioria. Competição que não seja reconhecida pela CBF acho muito difícil, porque viola o calendário que ela publicou. Estou bastante tranquilo em relação a isso. Não acredito que o presidente da CBF vá distorcer o que ele fala para nós, que vai burlar o estatuto que é obrigado a cumprir, que reconheça uma competição que não é oficial, que os atletas e sindicatos permitam que sejam utilizadas datas para competição não oficial, e num período que teria uma pré-temporada adequada, a não ser que tudo que pugnaram não passou de ficção — explicou Rubens Lopes em longa defesa.

O mandatário da Ferj disse que não ouviu o pedido do presidente da CBF sobre a realização da Liga para 2016.

– O presidente Marco Polo jamais fez alusão ao torneio para 2016. Disse que estaria em debate. A Liga pode existir, agora desenvolver as atividades e ser reconhecida é uma etapa ainda que é ficção – disse, na mesma rádio.

Mais cedo, o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, confirmou ao SporTV que a entidade deu o aval e avaliaria agora os critérios técnicos.

– Procede (que a CBF deu o aval). Vamos ter uma reunião técnica para ver todas questões que vão ser resolvidas. Tem todas as questões relacionadas a regulamento, arbitragem, competição, registro, porque no final é a CBF que toca a estrutura operacional. Se não há conflito com o calendário, aquilo que foi estabelecido, não tem problema – afirmou Feldman em entrevista ao canal por assinatura.

Também pela manhã, Alexandre Kallil, executivo que está à frente da Liga e ex-presidente do Atlético-MG, disse que saiu de encontro na CBF com a autorização para a competição.

– É um dia histórico. Vi uma boa vontade muito grande da CBF. A competição é forte por si só, com mais da metade dos grandes clubes do Brasil. Não é uma liga regional. A união dos clubes foi espetacular. Sem ela a Liga não sairia – disse Kalil.

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, já comemorou a aprovação.

— É uma decisão muito importante da CBF e foi o esperado, dado que a Copa Rio-Sul-Minas, ou o nome que ela deve ter, só vem para valorizar o calendário da CBF — disse Bandeira: — A expectativa era que a CBF entendesse, já que não existe nenhum tipo de confronto, simplesmente estamos buscando uma alternativa atrativa e rentável para os primeiros meses do ano.

Notícias relacionadas
Comentários