O Botafogo, como todo e qualquer grande clube do futebol brasileiro, possui diversas torcidas organizadas que se fazem presente nas partidas da equipe. Em sua maioria, são destes grupos que saem as imagens e sons que tornam o apoio vindo das arquibancadas essencial.

Por outro lado, muitas vezes é parte destes grupos que protagonizam cenas de violência que em nada contribuem para o sucesso do esporte. Mas qual é a relação do clube com a torcida organizada? Questionado sobre isso, Carlos Eduardo Pereira, presidente do Fogão, não fugiu da resposta.

“No Nilton Santos, nenhuma torcida tem sala reservada. O Botafogo não tem nenhum funcionário ligado à torcida organizada, que facilite a entrada. Não tem negociação de ingresso. Eles são sócios torcedores. Você tem um limite, a partir do momento em que você realiza um espetáculo público, e as pessoas têm acesso pagando o ingresso“, disse o presidente Carlos Eduardo Pereira em participação no programa Seleção Sportv, desta segunda-feira (04) ao lado de Eduardo Bandeira de Mello, do Flamengo.

Fonte: Torcedores.com