A diretoria do Botafogo tem apresentado um discurso otimista quanto a reabertura do Engenhão ainda em 2014. Entretanto, de acordo com matéria do jornal O Globo, publicada no último sábado, as obras na cobertura do estádio ficarão prontas apenas no ano que vem, frustrando as expectativas dos botafoguenses. Em entrevista coletiva neste domingo, no CT da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), o presidente Mauricio Assumpção se disse surpreso com a nova estimativa.

– Oficialmente tínhamos a data de 2014, e isso me causou estranheza e espanto. Atualmente a situação é a seguinte: a concessão está suspensa, a administração está com Prefeitura, e as obras são feitas pela OAS e Odebrecht – disse Assumpção.

Assumpção revelou ainda, que o presidente da Federação Carioca de Futebol (FERJ), Rubens Lopes, tem sido um aliado do Botafogo na luta pela reabertura mesmo que parcial do estádio, já que neste ano, com a Copa do Mundo, o Maracanã, à pedido da Fifa, receberá um número reduzido de jogos por mês: cerca de quatro.

– O que me foi passado pelo presidente da Federação, no fim do ano passado, por causa da história de que o Maracanã não poderia ter mais de quatro jogos por mês, é que ele mandou uma carta para o prefeito Eduardo Paes solicitando que visse a possibilidade de conseguir a liberação parcial antecipada – contou o presidente, que apesar do laudo da construtora, parceu otimista quanto à possibilidade da reabertura mesmo que parcial:

– Ele está aguardando uma resposta. Se conseguirmos liberar o anel inferior, teríamos quase 25 mil pessoas. Tenho visto o ritmo das obras, o empenho de todos, e acredito que podemos conseguir reabrir este ano ainda. É o que esperamos. O estádio fechado acarreta muitos transtornos ao Botafogo.

O fechamento do Engenhão, no início de 2013, causou grandes transtornos ao Botafogo e gerou muita insatisfação em seu torcedores. Depois do episódio, a concessão ao Botafogo foi suspensa, e o estádio retornou para administração municipal. Sem ‘sua casa’, o time teve de jogar em estádios em cidades fora do Rio de Janeiro. No Brasileirão, o clube assinou contrato com maracanã e mandou algumas partidas no estádio.

Fonte: Lancenet!