Pressionados, Botafogo e Vasco fazem clássico-chave para alcançar objetivos

Compartilhe:

Se olhando friamente a tabela, Botafogo e Vasco vivem realidades bem diferentes. Porém, com um pouco mais de calma, analisando o momento atual, pode-se perceber que os dois vivem momentos delicados. Obviamente, o cruzmaltino está em crise e o Glorioso nem sequer passou perto disso. Entretanto, uma vitória neste domingo, a partir das 18h30, em jogo com transmissão em tempo real pelo LANCE!Net, pode ser fundamental na busca pelos respectivos objetivos na competição.

MOMENTO DE DEFINIÇÃO

Após a derrota para o Vitória no meio da semana, o Botafogo se vê pressionado a vencer o Vasco para continuar tranquilo na briga por uma vaga na Libertadores. Hoje, são apenas seis pontos para o Leão Baiano, que vem atuando em boa forma ao lado do Goiás.

Para isso, o técnico Oswaldo de Oliveira deve manter o esquema do time titular que vem atuando nos últimos jogos. Porém, ele testou nesse sábado uma formação com o jovem Gegê de segundo volante, o que daria mais ofensividade ao time e permitiria a entrada de um outro atacante.

– Temos de ter a mesma responsabilidade dos outros jogos. Costumamos dizer que clássico nem precisa de preleção, todo jogador quer jogar, é importante e especial. Toda equipe entra motivada. Precisamos desses 3 pontos, respeitamos o Vasco, mas precisamos nos levantar na tabela com essa vitória – afirmou o goleiro e capitão Jefferson.

COM A CORDA NO PESCOÇO

Na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Vasco só pensa na vitória para o clássico contra o Botafogo. O técnico Dorival Júnior, porém, não poderá contar com o atacante André, artilheiro da equipe no ano, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, Willie será o seu substituto.

No último treino antes do confronto, o treinador surpreendeu e realizou algumas modificações no time titular com relação ao que enfrentou o Goiás, na última rodada. O meia Juninho e o lateral Fagner, por exemplo, foram sacados da equipe. Em suas vagas entraram Montoya e Nei, respectivamente.

– As mudanças foram duas por necessidade, Henrique (que disputou três jogos seguidos e estava lesionado) e André (suspenso pelo terceiro cartão amarelo), e as outras três tentando uma nova situação para a equipe, buscando uma nova alternativa, não em razão de quem saia, mas na possibilidade de que aquele atleta que entre possa dar uma alavancada nas nossas condições – destacou Dorival Júnior, técnico do Vasco.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X VASCO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 20/10/2013 – 18h30
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio – GO (FIFA)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva – GO (FIFA) e Rafael da Silva Alves – RS

BOTAFOGO: Jefferson, Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Renato, Lodeiro, Seedorf e Gegê; Rafael Marques. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

VASCO: Diogo Silva, Nei, Jomar, Cris e Yotún; Sandro Silva, Pedro Ken, Fillipe Soutto e Montoya; Willie e Marlone – Técnico: Dorival Júnior.

Fonte: Lancenet!

Comentários