Depois de dirigir o RB Brasil e o Palmeiras, Alberto Valentim chegou ao Botafogo no meio de fevereiro e, com pouco mais de um mês de trabalho, vai disputar a primeira final de sua carreira. Vice-campeão brasileiro com o Verdão no ano passado, mas num campeonato de pontos corridos, ele vive a expectativa de levantar seu primeiro troféu como treinador amanhã, no Maracanã, contra o Fluminense, na decisão da Taça Rio.

— Só saio daqui depois que gritar “É campeão”. Meu sonho neste momento é ganhar um título pelo Botafogo — afirmou Valentim, em entrevista ao canal “Sportv”.

Além do comandante, há entre os prováveis titulares três jogadores que nunca conquistaram títulos como profissionais: Marcelo Benevenuto, Marcinho e Igor Rabello, todos com passagem pelas divisões de base do Botafogo. Os dois primeiros só atuaram pelo Alvinegro na carreira. Rabello chegou a jogar pelo Náutico, mas não levantou nenhuma taça pelo time pernambucano.

No elenco alvinegro há também quem tenha título no currículo, mas que não foram protagonistas das conquistas. É o caso do lateral-esquerdo Moisés, um dos destaques do time na Taça Rio. Ele foi campeão brasileiro pelo Corinthians no ano passado, mas só atuou em quatro jogos. Outro exemplo é Marcos Vinícius, que tem a Copa do Brasil do ano passado com o Cruzeiro, mas só participou das fases iniciais.

Títulos com a camisa do Botafogo estão restritos a apenas três jogadores: Jefferson, Rodrigo Lindoso e Rodrigo Pimpão. Os três estiveram na conquista da Série B em 2015. Pimpão tem ainda uma Taça Guanabara (2015). Jefferson coleciona dois Estaduais, três Taças Rio e três Taças Guanabara.

Fonte: Extra Online