Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

22/05/21 às 15:05 - São Januário

Escudo Vasco
VAS

X

Escudo Botafogo
BOT

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Promessa do Botafogo foi dispensado pelo Fla: ‘Cheguei aqui melhor do que lá’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O Botafogo nos últimos anos vem fazendo um belo trabalho nas divisões de base. Após passar por uma mudança na estrutura da categoria, o clube aos poucos vem colhendo o frutos desse processo de reestruturação. Um dos jovens do juniores, o lateral-direito Marcinho, de 19 anos, conversou com a reportagem da Super Rádio Tupi e falou um pouco sobre sua trajetória no futebol. O jogador, que parentes envolvidos com o esporte, iniciou a caminhada no Flamengo, mas hoje busca seu espaço com a camisa alvinegra.

“Eu tenho uma família muito ligada ao futebol, meus dois tios são treinadores, meu pai foi jogador do América na década de 70 e início dos anos 80, mas nunca influenciou em nada. Um amigo dele me viu jogando com 10 anos de idade e me levou para fazer um teste no Flamengo. Fiquei quatro anos e meio lá e fui dispensando após ter uma queda de rendimento. Sempre fui meia-atacante, porém nesse ano em um jogo contra o Nova Iguaçu, o professor Maurício me botou na lateral e eu fui bem. To gostando de atuar nessa posição e procuro evoluir a cada dia.”

Marcinho é titular do time Sub-20 do Botafogo que disputa a Copa do Brasil da categoria e tem pela frente o São Paulo, em partida válida pelas oitavas de final que será disputada quarta-feira (07/10), às 21h, no Estádio Nilton Santos.

Situação difícil

Na época que eu saí do Flamengo eu tive uma dificuldade muito grande. Eu demorei pra maturar fisicamente, era muito pequeno e estava muito abaixo dos outros garotos. Fiquei quatro meses em casa pensando na vida e nesse período fui evoluindo fisicamente e treinando por fora. Cheguei no Botafogo cheguei melhor ainda do que quando estava no Flamengo.

Estudos

Eu consegui com a ajuda da minha mãe e do meu Pai ter uma base boa nos estudos. Sempre fui bem na escolha e ingressei nesse semestre na faculdade de administração.

Amizades no Futebol

As amizades são muito importantes. Todos nós tentamos chegar juntos ao profissional, mas sabemos que é muito difícil chegar lá, muitos acabam ficando no meio do caminho e precisamos estar preparados o tempo todo. O Diego (lateral-direito do Botafogo) chegou agora no profissional, é um jogador de muito potencial e vai se dar bem. A gente tem um grupo no WhatsApp e sempre incentivamos ele.

Ídolos no futebol

“Não vi jogar, mas ouvi dizer que o Zagallo foi muito bem na minha posição, além de ser um ídolo. Tento me inspirar nele.”

Sonhos

A gente sempre tem o de jogar na Seleção Brasileira ou na Europa, mas o primeiro sonho que eu tenho é chegar ao profissional. As outras coisas  que acontecerem vão ser fruto disso.

Mensagem para a torcida alvinegra

Quero mandar um beijo especial para minha mãe, meu pai, meu avô e um alô para a torcida do Botafogo. A gente quer sempre a felicidade do Botafogo e ver ele de volta à elite, finalizou o lateral do Sub-20 do glorioso.

Notícias relacionadas
Comentários