É por ti, Fogo!

O canto da arquibancada virou slogan de campanha que já ajudou o Botafogo a pagar R$ 95 mil em dívidas fiscais com a Receita Federal. Enquanto a direção se esfola e atrasa salários — seis jogadores não receberam sua parte na terça-feira — um grupo de torcedores paga os documentos de arrecadação dia após dia para ajudar a salvar o clube.

A dívida ativa do Botafogo com a Receita Federal é de R$ 129 milhões (veja no site), O total da dívida é estimada em R$ 699 milhões, mas só a parte da Receita pode ser paga com torcedores pegando a DARF a vencer e pagando sem que o dinheiro passe pelas mãos dos dirigentes.

O projeto do Botafogo sem dívidas não é inovador. Começou com a torcida do Vasco que pagou R$ 952 mil da dívida ativa de R$ 94 milhões. O projeto Vasco Dívida Zero começou em março de 2013, quase um ano antes da torcida do Botafogo se mobilizar.

Agora é a vez da torcida rubro-negra lançar o Fla em Dia. Obviamente as campanhas não representam a salvação dos clubes. Apenas expressam a paixão de grupos de torcedores que podem dispor de quantias em dinheiro e tentar ajudar o clube. O maior mérito é a descoberta de que é possível ajudar sem o risco de o dinheiro ser desviado. Paga-se a conta diretamente, sem passar pelas mãos de ninguém.

Por isso a idéia se espalhou por vascaínos, rubro-negros e botafoguenses e ganha adeptos em outros clubes endividados com a Receita Federal.

Nem pode mundo pode e nem todo mundo quer. E cada um tem o direito de aderir ou não. Aqui não está em questão o tamanho da paixão.

Fonte: Blog do PVC - ESPN.com.br