Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

22/05/21 às 15:05 - São Januário

Escudo Vasco
VAS

X

Escudo Botafogo
BOT

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Quem, no Brasileiro, ‘mete a faca’ na torcida visitante; e quem segue as regras

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O Santos decidiu contrariar o que vinha fazendo desde o início do Campeonato Brasileiro e inflacionou o ingresso do setor de visitante em 233%, saindo dos R$ 60 cobrados contra o Bahia e subindo para R$ 200 diante do Flamengo. Contudo, isso não afastou a torcida rubro-negra da partida da última quarta-feira, no Pacaembu. Mas afugentou os santistas da arquibancada lilás, setor que teve a entrada fixada no mesmo patamar para que o clube não infringisse as regras da CBF.

O quarto parágrafo do artigo 85 do regulamento geral da entidade determina que “os preços dos ingressos para a torcida visitante deverão ter necessariamente, nos respectivos setores do estádio ou equivalente, os mesmos valores dos ingressos cobrados para a torcida local”. É uma forma de evitar abusos.

O Santos chegou a cobrar R$ 40 dos visitantes até a partida contra o Bahia, em 23 de julho, quando aumentou para R$ 60 – consequentemente a arquibancada lilás, que fica no lado oposto ao da torcida adversária também sofreu alteração. A justificativa para o valor do duelo ter subido tanto foi explicado há alguns dias em apuração do ESPN.com.br. Foi uma forma de o clube igualar a entrada cobrada de sua torcida na Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro, em 28 de junho, pela Copa do Brasil.

Apesar do regulamento estipular isso para evitar abusos, ele não consegue evitar que os clubes cobrem muito.

A reportagem fez um levantamento dos últimos cincos jogos das 20 equipes da Série A (da 13ª até a 17ª rodada, uma vez que a 18ª não foi concluída ainda) para ver o valor médio cobrado no setor visitante e se há diferença significativa em relação ao setor equivalente para a torcida da casa.

As equipes têm respeitado as regras, com algumas pequenas variações. E os abusos são poucos.

O clube que mais “mete faca”, reproduzindo uma expressão popular nas arquibancadas dos país, é o Flamengo. Desde que passou a jogar na Ilha do Urubu, a equipe rubro-negra chegou a cobrar R$ 200, R$ 160 e R$ 150 dos torcedores visitantes. O preço acaba por refletir também no bolso dos flamenguistas, uma vez que, pelo regulamento da CBF, eles têm de desembolsar o mesmo valor para ocupar setores equivalentes ao da plateia adversária.

Como já citado, o Santos subiu o preço na última quarta-feira. Não afugentou os rubro-negras, mas espantou os próprios torcedores. Havia muito poucos na arquibancada lilás, que ficou praticamente deserta durante o confronto no Pacaembu.

Mas a reportagem encontrou variações que não seguem o que determina a CBF. Por exemplo, nos dois últimos jogos do Corinthians como mandante os visitantes tiveram de desembolsar R$ 100 para ficar no setor sul, enquanto os corintianos pagaram R$ 54 pelo assento no mesmo local.

Também houve uma partida na Arena que o Corinthians cobrou R$ 80 dos visitantes e R4 54 dos corintianos.

Quando o Bahia jogou na Arena Fonte Nova também ocorreu uma variação. Os visitantes pagaram R$ 60, enquanto a torcida local pagou R$ 40.

Já os demais clubes seguem bem o regulamento da CBF. Algumas vezes cobram até menos dos visitantes, como ocorreu em alguns jogos do Avaí.

ATLÉTICO-GO, Olímpico de Goiana
0x1 Atlético-PR – R$ 40 (R$20, meia-entrada)
1×1 Santos – R$ 40 (R$20, meia-entrada)
1×2 Vitória – R$ 40 (R$20, meia-entrada)
1×2 – Atlético-MG – R$ 40 (R$20, meia-entrada)
1×1 Botafogo – R$ 40 (R$20, meia-entrada)

ATLÉTICO-MG, Independência
2×2 Sport – R$ 48 (R$ 24, meia-entrada)
3×1 Cruzeiro – R$ 80 (R$ 40, meia-entrada)
0x1 Santos – R$ 48 (R$ 24, meia-entrada)
0x2 Bahia – R$ 48 (R$ 24, meia-entrada)
1×2 Vasco – R$ 48 (R$ 24, meia-entrada)

ATLÉTICO-PR, Arena da Baixada
1×0 São Paulo – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
4×1 Atlético-PR – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
0x2 Cruzeiro – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
0x0 Botafogo – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
0x2 Ponte Preta – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)

AVAÍ, Ressacada  (pouca variação)
0x3 Fluminense – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
0x0 Ponte Preta -R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
1×4 Coritiba – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
0x0 Corinthians – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
1×0 Cruzeiro -R$ 50 (R$ 25, meia-entrada)

BAHIA, na Arena Fonte Nova
2×4 – Palmeiras – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada) / Tinha ingressos por R$ 40 e R$ 50 para o público da casa
0x1  Flamengo –  R$ 60 (R$ 30, meia-entrada) / Tinha ingressos por R$ 40 e R$ 50 para o público da casa
1×1 Fluminense – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada) / Tinha ingressos por R$ 40 e R$ 50 para o público da casa
1×1 Avaí (jogo foi no Pituaçu) – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
1×3 Sport – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada) / Tinha ingressos por R$ 40 e R$ 50 para o público da casa

BOTAFOGO, Nilton Santos
3×1 Vasco – R$ 50 (R$ 25, meia-entrada)
0x2 Avaí – R$ 30 (R$ 15, meia-entrada)
1×1 Atlético-MG – R$ 50 (R$ 25, meia-entrada)
2×1 Sport – R$ 50 (R$ 25, meia-entrada)
3×4 São Paulo – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)

CHAPECOENSE, Arena Condá
0x2 Botafogo – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
0x1 Atlético-MG – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
1×1 Atlético-PR – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
2×0 São Paulo – R$ 80 (R$ 40, meia-entrada)
1×2 Atlético-GO – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)

CORINTHIANS, Arena Corinthians
3×0 Bahia – R$ 54 (R$ 27, meia-entrada)  / Mesmo valor para os corintianos
1×0 Botafogo – R$ 54 (R$ 27, meia-entrada)  / Mesmo valor para os corintianos
2×0 Ponte Preta – R$ 80 (R$ 40, meia-entrada) / Mais barato para corintianos foi R$ 54
2×2 Atlético-PR – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada) /  Mais barato para corintianos foi R$ 54
1×1 Flamengo – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada) /  Mais barato para corintianos foi R$ 54

CORITIBA, Couto Pereira 
0x0 Corinthians – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
2×2 Vasco (jogo foi no Durival de Britto) – R$ 70 (R$ 35, meia-entrada)
0x3 Sport – R$ 50 (R$ 25, meia-entrada)
1×2 Fluminense – R$ 70 (R$ 35, meia-entrada)
0x2 Atlético-MG – R$ 70 (R4 35, meia-entrada)

CRUZEIRO, Mineirão
3×3 Grêmio – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
2×0 Coritiba – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
3×1 Palmeiras – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
1×1 Flamengo – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
0x0 Vitória – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)

FLAMENGO, Ilha do Urubu (cobra menos)
5×1 Chapecoense – R$ 160 (R$ 80, meia-entrada)
2×0 São Paulo – R$ 200 (R$ 100, meia-entrada)
0x1 Grêmio – R$ 150 (R$ 75, meia-entrada)
2×2 Palmeiras – R$ 150 (R$ 75, meia-entrada)
2×1 Coritiba – R$ 150 (R$ 75, meia-entrada)

FLUMINENSE, Maracanã
2×2 Flamengo – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
3×3 Chapecoense (jogo foi no Giulite Coutinho) – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
0x1 Botafogo – R$ 50 (R$ 25, meia-entrada)
1×1 Cruzeiro (jogo foi no Giulite Coutinho) – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
0x1 Corinthians – R$ 50 (R$ 25, meia-entrada)

GRÊMIO, Arena do Grêmio
2×0 Coritiba – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
0x1 Corinthians – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
0x2 Avaí – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
3×1 Ponte Preta – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
1×1 Santos – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)

PALMEIRAS, Allianz Parque
1×0 Atlético-GO – R$ 100 (R$ 50,00 meia-entrada)
1×0 Grêmio (jogo foi no Pacaembu) – R$ 60 (R$ 30,00 meia-entrada)
0x2 Corinthians – sem torcida visitante
4×2 Vitória – R$ 110 (R$ 55, meia-entrada)
2×0 Avaí – R$ 110 (R$ 55, meia-entrada)

PONTE PRETA, Moisés Lucarelli
3×2 Chapecoense – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
1×0 Cruzeiro – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
1×2 Palmeiras –  R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
0x3 Bahia – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)
4×0 Coritiba – R$ 100 (R$ 50, meia-entrada)

SANTOS, Vila Belmiro 
0x0 Ponte Preta (jogou no Pacaembu) – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
0x1 Sport – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
3×2 São Paulo – sem torcida visitante
1×0 Chapecoense – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
3×0 Bahia (jogou no Pacaembu) – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)

SÃO PAULO, Morumbi
1×2 Atlético-MG – R$ 30 (R$ 15, meia-entrada)
1×1 Fluminense – R$ 30 (R$ 15, meia-entrada)
2×2 Atlético-GO – R$ 30 (R$ 15, meia-entrada)
1×0 Vasco – R$ 30 (R$ 15, meia-entrada)
1×1 Grêmio – R$ 30 (R$ 15, meia-entrada)

SPORT, Ilha do Retiro
1×3 Vitória – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
1×0 Atlético-PR – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
3×0 Chapecoense, Arena Pernambuco – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
4×0 Atlético-GO – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
0x2 Palmeiras, Arena Pernambuco – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)

VASCO, São Januário
1×0 Avaí – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
1×0 Atlético-GO – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)
0x1 Flamengo – R$ 80 (R$ 40, meia-entrada)
0x0 Santos (jogo foi no Nilton Santos) – sem público
0x1 Atlético-PR (jogo foi no Raulino de Oliveira) – R$ 60 (R$ 30, meia-entrada)

VITÓRIA, Barradão
0x2 Santos – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
0x0 Bahia – torcida única
1×4 Vasco – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
1×3 Grêmio – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
1×2 Chapecoense – R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)

Notícias relacionadas
Comentários