Recordista de finalizações, Vitinho se destaca como garçom

Compartilhe:

O Botafogo tem em Vitinho uma de suas grandes apostas. O técnico Oswaldo de Oliveira sempre aponta o poder de finalização e sua capacidade de drible como principais características. No vitória por 3 a 2 sobre o Vasco, domingo, no Maracanã, ele abusou de ambos e chegou a 10 finalizações, um recorde nesta edição do Campeonato Brasileiro, superando as nove de Alex, do Coritiba, conseguidas na nona rodada no empate em 1 a 1 com o Vitória.

Apesar de o número de finalizações poder indicar que Vitinho teve atuação individualista, sua participação na vitória foi fundamental, ainda que não tenha marcado gols. Ele deu o passe para dois dos três gols, inclusive o terceiro, que garantiu o resultado, feito por Rafael Marques.

 – É como um rádio. Precisamos da sintonia fina, mas não posso coibir a espontaneidade e a fome de gol do Vitinho. Ele dribla e finaliza como poucos no futebol brasileiro e não vou podar, vou dar sempre a possibilidade de ele sentir confiança e tentar fazer o gol. O que precisa ser trabalhado com ele é não ser repetitivo, pois assim o adversário identifica o que você vai fazer – explicou Oswaldo.

As 10 finalizações de Vitinho fizeram o Botafogo chegar ao número de 28 no total, 12 a mais do que o Vasco. O jovem jogador tentou apenas 12 passes durante o jogo, errando dois, cometeu três faltas e sofreu uma. Ele participou de todos os jogos do Botafogo no Campeonato Brasileiro, sendo nove como titular.

O próximo jogo do Botafogo é contra o Atlético-MG, quarta-feira, no Independência, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 23 pontos, o time lidera a competição e, novamente, terá Vitinho como titular.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários