Se o Botafogo consegue tirar algo de positivo da derrota sofrida por 3 a 0 para o Grêmio, no último domingo, é o retorno de Alex Santana aos gramados. Fora de combate desde o empate sem gols com o Ceará, em 14 de setembro, Alex Santana ficou 42 dias sem participar de uma partida oficial, por um problema no tornozelo esquerdo.

Em Porto Alegre, foram 28 minutos em campo. Alex Santana entrou no segundo tempo, no lugar de Victor Rangel. O retorno aos gramados foi lento e o meio-campista não mostrou a habitual intensidade indo da defesa ao ataque, algo natural pelo tempo que ficou fora. Contra o Cruzeiro, na próxima quinta-feira, no Estádio Nilton Santos, a expectativa é que este número aumente.

Ao todo, Alex Santana contribuiu com 13 passes certos – 92% de acerto -, duas finalizações, duas faltas sofridas e dois duelos no chão diante do Grêmio. Os números traduzem um jogador que, mesmo fora de ritmo, chegou na área e finalizou quando teve a chande de fazê-lo.

O departamento médico do Botafogo foi cauteloso ao máximo com Alex Santana. O setor liberou o retorno do atleta apenas com a certeza de que ele estaria livre de qualquer tipo de problema físico. O primeiro treinamento por completo do camisa 10 desde a lesão ocorreu na última quarta-feira, três dias antes do duelo em Porto Alegre. Portanto, o jogador terá participado, teoricamente, de uma semana de treinos até a partida contra o Cruzeiro.

O LANCE! havia apurado que a intenção do Botafogo era ter Alex Santana mais perto de um “ideal físico” diante do Cruzeiro, um duelo direto na briga contra a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Mesmo que seja improvável, o Alvinegro trabalhou para poder contar com o meio-campista por um período de tempo considerável na partida de quinta-feira.

De qualquer maneira, Alberto Valentim terá o artilheiro do Botafogo no ano à disposição. Com dez gols marcados em 2019, Alex Santana é uma das figuras mais importantes do sistema ofensivo do Alvinegro e tal importância pode fazer a diferença em busca de um resultado positivo.

Fonte: Terra