Depois de ser goleado por 3 a 0 na final da Taça Rio, o Botafogo voltará a enfrentar o Fluminense nesta segunda-feira (13), às 20h (de Brasília). O confronto, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, marcará também o reencontro entre Matheus Fernandes e o clube tricolor. Hoje tratado como promessa do futebol brasileiro, o volante já foi recusado pelo rival, quando fez um teste na base. Ao Esporte Interativo, ele relembrou o episódio e reforçou o carinho pelo alvinegro.

“Eu fiz o teste no Fluminense e não fui aprovado. Fui para o Bangu e de lá o Botafogo conversou com meu pai e surgiu a possibilidade. Eu não queria saber de bola e o Botafogo abriu a porta. Tenho esse carinho (pelo Botafogo), fui bem recebido, cheguei até aqui e todos me apoiaram. Conheço todo mundo. Me sinto em casa”, contou.

Com 19 anos, o volante alvinegro disputa apenas a segunda temporada entre os profissionais. No lado tricolor, alguns atletas também vieram recentemente da base, e Matheus Fernandes os conhece bem. Sendo assim, o atleta do Botafogo alertou sobre a força da ‘garotada’ adversária, mas garantiu que o Alvinegro vai para cima para fazer valer a força no Nilton Santos.

“Clássico é clássico. A gente sempre quer vencer. A gente sempre tem humildade, independentemente do adversário do outro lado. Respeitando, indo para cima, se tiver chance de matar e fazer muitos gols, tem que fazer muitos gols e mostrar que o Botafogo aqui é muito forte, para eles ficarem preparados que a gente vai para cima deles”, falou.

“Já enfrentei muitos da base. Mas era o Wendel e o Calazans que eu joguei muito contra. Vou enfrentar os novos. Tem que estar preparado sempre. Os meninos estão muito evoluídos, você vê o pessoal falando de mim também. Como é clássico, não pode desmerecer nunca, a gente vai para cima do Fluminense”, completou.

Fonte: Esporte Interativo