A rescisão de contrato da Globo pelo Campeonato Carioca mexeu com os bastidores das emissoras de TV, que correm atrás dos direitos de exibição do torneio após a desistência do canal carioca sob a alegação de que o Flamengo descumpriu o acordo de exclusividade ao transmitir um jogo pela internet, na última quarta-feira (1º).

Continua Depois da Publicidade

Uma das interessadas, apurou o NaTelinha, é a RedeTV!, primeira emissora de TV aberta a transmitir um jogo inédito após a paralisação do futebol em função da pandemia do novo coronavírus – o Campeonato Turco, em 13 de junho.

Máscaras de proteção contra o coronavírus da coleção FogãoNET da Estilo Piti

Nos bastidores, o canal paulista corre para viabilizar a oferta pela transmissão do Campeonato Carioca a partir da próxima temporada. Nesta quinta, executivos se reuniram com advogados para estudar garantias jurídicas para oficializar uma proposta, já que os direitos pertenciam exclusivamente à Globo.

Continua Depois da Publicidade

A RedeTV! também busca a maneira mais eficaz e financeiramente vantajosa para incluir o Carioca em sua programação. Uma das alternativas seria um acordo de sublicenciamento com alguma plataforma de streaming; por exemplo, a Amazon, que quase fechou patrocínio com o Flamengo.

A emissora se espelha no sucesso da parceria com o DAZN nas transmissões de torneios na Itália, Turquia e México, além da Copa Sul-Americana, em 2019, que incomodou a Globo com jogos exclusivos do Corinthians.

Continua Depois da Publicidade

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da RedeTV! disse que “não comenta assuntos estratégicos ou em negociação”.

Mochilas, bolsas e carteiras da coleção FogãoNET da Estilo Piti

Globo x Ferj x Flamengo

Na tarde desta quinta, a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), organizadora do Campeonato Carioca, se manifestou a respeito da rescisão contratual da Globo. A emissora interpretou que o Flamengo descumpriu o acordo ao transmitir no YouTube a partida contra o Boavista, pela Taça Rio, segundo turno da competição.

“A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro foi surpreendida, nesta data, com a notificação da TV Globo sobre a rescisão de contrato dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca e ainda com a informação, no documento, de que a emissora garante o pagamento integral da cota de 2020. Assim sendo, a Ferj apresentará a contranotificação e entende que os clubes signatários do contrato, no momento e mesmo como mandantes, não devem exercer o direito de transmitir suas partidas até posterior decisão”, informou a entidade.

Continua Depois da Publicidade

A decisão da Globo de rescindir o contrato é mais um capítulo da guerra com o Flamengo. O canal carioca não fechou acordo com o time rubro-negro para exibi-lo na TV aberta, fechada e Premiere no campeonato estadual.

Em função da MP 984, que autoriza a equipe mandante a vender os direitos de transmissão dos seus jogos, o Flamengo resolveu transmitir seu jogo contra o Boavista pela FlaTV. A Globo tentou barrar a exibição na Justiça, mas não houve um posicionamento do Desembargador a tempo e o confronto passou no YouTube.

Continua Depois da Publicidade

Sendo assim, a emissora deu um ponto final na sua relação com o Campeonato Carioca. “O futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros”, concluiu a empresa.

Confira o comunicado da Globo na íntegra:

“A Globo anunciou hoje que não vai mais transmitir o Campeonato Carioca. A emissora rescindiu o contrato que mantinha com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e com os Clubes, mas manterá os pagamentos desta temporada.

Continua Depois da Publicidade

No entendimento da Globo, o contrato foi violado ontem, quando a FlaTV exibiu ao vivo a partida entre Flamengo e Boavista. De acordo com o contrato, a Globo tinha exclusividade na transmissão dos jogos do Campeonato Carioca. A Federação e onze Clubes assinaram o compromisso. A exceção foi o Flamengo. Na ocasião da assinatura e por várias temporadas em que o contrato foi cumprido, a legislação brasileira previa que, para a transmissão de qualquer partida, era necessária a obtenção de direitos dos dois Clubes envolvidos. Legalmente, ninguém poderia transmitir os jogos do Flamengo no Carioca e só a Globo poderia transmitir os demais.

No dia 18 de junho, a Presidência da República editou a Medida Provisória 984, passando ao mandante dos jogos os direitos de transmissão. O Flamengo se baseou nessa MP para transmitir a sua partida ontem no Maracanã. A Globo entende que a Medida Provisória não poderia alterar um contrato celebrado antes de sua edição e protegido pela Constituição.

Continua Depois da Publicidade

Como a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e os demais Clubes não foram capazes de garantir a exclusividade prevista no contrato, não restou à Globo outra alternativa além da rescisão e o encerramento das transmissões dos jogos do Carioca – incluindo os três jogos de hoje que encerram a quinta rodada da Taça Rio e que seriam exibidos no Sportv e no Premiere.

A Globo é parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas e entende a importância do esporte para Clubes, jogadores, marcas e torcedores. Exatamente por isso, apesar da decisão de rescindir o contrato imediatamente, a Globo está disposta a fazer os pagamentos restantes desta temporada, em nome da sua parceria histórica com o futebol e da sua boa relação com as equipes. Mas acredita que o futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros.

Comunicação Globo

Continua Depois da Publicidade

Rio de Janeiro, 2 de julho de 2020″.

Fonte: Blog Na Telinha - UOL
Continua Depois da Publicidade

Comentários