Reforços em potencial: veja atletas que não fizeram 7 jogos

Compartilhe:

Após o fechamento da janela de jogadores vindos do exterior, restou principalmente o mercado interno. Além dos atletas das outras divisões, os 20 clubes na disputa pelo título nacional podem contratar jogadores da Primeirona que não tenham entrado em campo em sete partidas pelo time atual. São diversos nomes em todas as posições, por isso o GLOBOESPORTE.COM ouviu comentaristas para destacar os principais. As transferências podem ser realizadas até 4 de outubro, dois dias antes da 25ª rodada.

Os clubes estão avaliando o mercado com as últimas opções para se reforçar. Na terça-feira, o São Paulo contratou o atacante Welliton, que pertence ao Spartak de Moscou e estava emprestado ao Grêmio, com apenas três jogos no nacional. No dia seguinte, o Tricolor paulista liberou o lateral-esquerdo Juan, que havia entrado em campo cinco vezes, para o Vitória.

Entre os jogadores que não estouraram a cota, estão nomes de jovens promessas, que têm passagens de destaques pelas divisões de base dos clubes e até da seleção brasileira, mas que não são aproveitados. Bons exemplos são o atacante Giva, do Santos, e o goleiro Rafael, do Cruzeiro. O primeiro vinha sendo titular, mas passou a ser poupado após a goleada para o Barcelona. O segundo já conquistou um Sul-Americano e um vice mundial sub-20 com a seleção, mas está na reserva do ídolo Fábio.

Outro caso é o de jogadores mais conhecidos, com mercado até na Europa, mas que por algum motivo não completaram sete jogos, como lembrou o comentarista Caio Ribeiro.

– Não adianta pensarmos em jogadores como Leandro Damião, Dagoberto ou Martinuccio, pois esses dificilmente serão liberados pelos seus clubes. Temos que ver quais são aqueles jogadores que, por diferentes motivos, perderam espaço e podem ser envolvidos em algum tipo de negociação.

montagem Marcelo Grohe Grêmio Tinga Cruzeiro Elias Atlético-PR Bahia  Bruno Mendes Botafogo  (Foto: Editoria de Arte)
Bruno Mendes, Marcelo Grohe, Elias e Tinga ainda não completaram seis partidas por seus clubes

Além do número limite de seis partidas, o jogador só pode se transferir se tiver disputado o Brasileirão por apenas um clube. Cada equipe só poderá receber cinco atletas que já tenham disputado a Série A nesta temporada, sendo no máximo três de um mesmo clube.

Outra possibilidade de reforços são jogadores que estavam atuando fora do Brasil e rescindiram seus contratos antes do fim da janela internacional, no dia 19 de julho.

Além de Caio Ribeiro, comentarista da TV Globo, também foram ouvidos Alex Escobar, apresentador da edição carioca do “Globo Esporte”, Léo Figueiredo e Maurício Saraiva, comentaristas do SporTV, Tiago Medeiros, repórter da TV Globo em Pernambuco, e Sidney Garambone, editor de Qualidade do Esporte da TV Globo. Confira o que eles disseram.

Info Jogadores Mercado 2013 3 (Foto: arte esporte)

 



Fonte: Globoesporte.com
Comentários