Reintegrado ao elenco principal, logo depois da saída do técnico René Simões, há duas semanas, o volante Sidney, após passar por uma série de testes físicos, já treina com bola e se prepara para retornar aos jogos com o time do Botafogo. Afastado pela antiga comissão técnica, que não o tinha nos planos, o volante foi chamado de volta pelo auxiliar-técnico Jair Ventura, que assumiu a vaga do ex-treinador interinamente. O jogador contou como foram os meses em que ficou fora e das expectativas para o futuro dele.

– Recebi a notícia da minha reintegração com muita alegria. Não sei nem explicar o quanto estou feliz. Estou muito motivado para recuperar meu espaço, mostrar meu futebol e meu valor. Estou no Botafogo há 11 anos. Foi a primeira vez que passei por algo tão difícil. Foram seis meses de insegurança, sem saber como seria o futuro. Só Deus e minha família sabem como foi passar noites sem dormir, vendo meu sonho de criança – que era jogar pelo Botafogo -, ficar mais distante. Mas meus pais me ajudaram muito. Sempre me deram apoio e agora é pensar para frente, em um futuro melhor e mais vitorioso. Estou me dedicando aos treinos e esperando uma oportunidade para breve – disse Sidney.

Revelado nas divisões de base do Botafogo, no tempo em que esteve afastado, Sidney treinou com um grupo de jogadores que também estavam, e continuam fora dos planos do departamento de futebol, casos dos também volantes Fabiano e Lucas Zen, ambos revelados no clube. Para retornar ao grupo principal, Sidney teve apoio fundamental de Jair Ventura, que treinará o time mais uma vez, neste sábado, em Salvador, contra o Bahia, pela 14ª rodada da Série B. Ex-jogador de Jair nos juniores, Sidney agradece a chance dada em um momento tão difícil.

– Sou muito agradecido a oportunidade que o Jair me deu de voltar e a força que ele vem me dando diariamente. Ele me incentiva muito, dá apoio e cobra também. Já foi meu treinador, nos conhecemos bem e isso facilita o trabalho. E esse apoio dele não é restrito a um ou outro, mas é dado a todos – disse o volante.

Na semana que vem, o Botafogo deve apresentar o Ricardo Gomes como novo treinador. O ex-zagueiro da Seleção Brasileira ainda não teve contato com o novo técnico. Porem, afirma que que as expectativas para o inicio do trabalho são as melhores possíveis.

– Ele (Ricardo Gomes) ainda não foi apresentado a nós, mas estamos certos de que será um período de muito aprendizado e vitórias. É um grande treinador, e um ex-jogador de muito prestígio também. Vamos recebê-lo bem e trabalharmos para alcançarmos a meta do clube, que é o título da Série B e, consequentemente, o acesso à Série A – disse o jogador.

Fonte: R7