Há quase cinco anos no Botafogo, Marcelo Mattos sabe bem as dificuldades que o clube enfrentou no passado, especialmente na última temporada. Agora uma das peças chaves do time do técnico René Simões, Mattos falou sobre o que o elenco atuou carrega de ensinamentos de 2014. Segundo o camisa 5, o ano que se passou tem de ser apagado por todos no clube.

— O passado já se foi. Mas, falando um pouco do que aconteceu, a gente tinha jogadores profissionais, mas não tínhamos o apoio de fora. O ano passado não serve de exemplo para nada — disse Mattos, que aproveitou para falar das mudanças para este ano.

— Hoje, o clube baixou muito a folha salarial. A comissão técnica pescou os jogadores a dedo e acertaram em cheio. O nosso treinador é inteligente e conversa muito conosco. Ele nunca vai deixar a gente baixar a cabeça. Nosso objetivo é colocar o Botafogo na primeira divisão e a gente começa isso desde cedo — avaliou o jogador.

Mattos não nega que poderia deixar o clube por meia da Justiça caso tivesse interesse. O volante, porém, afirmou que permaneceu no clube por confiar na nova diretoria e por querer escrever uma história diferente com a camisa do Botafogo:

— Eu optei por ficar por conhecer as pessoas que fazem parte da nova diretoria. Eu sei da seriedade do trabalho e até agora está dando certo. São todos os jogadores novos. Quero sair daqui, caso saia, como um jogador que caiu e voltou com o Botafogo para a primeira divisão. Por isso a escolha de ficar.

Fonte: Extra Online