René diz que reforços podem render mais: ‘Não foram mal, mas poderia ser melhor’

Compartilhe:

No primeiro jogo com três dos quatro reforços alvinegros como titulares, o Botafogo não saiu de um empate sem gols com o Atlético-GO, no último sábado. Após o resultado, René Simões tirou a culpa de Pedro Rosa, Lulinha e Camacho, e afirmou que as expectativas não foram totalmente frustradas.

“Eles não foram mal, mas poderia ser melhor. Eles podem render mais. Mas como todo o time não foi bem, não colocar somente na conta deles. O Camacho sentiu cãibras no segundo tempo, o Pedro Rosa e o Lulinha não iniciavam um jogo há algum tempo. São jogadores que caíram de rendimento no momento em que o time subiu costuma subir de rendimento, nos 15 minutos finais. Hoje não crescemos no final do jogo”, afirmou.

Sem Sassá, com o pé direito lesionado, e Pimpão, suspenso, no time, o técnico alvinegro afirmou que o time perdeu profundidade e velocidade, mas evitou dizer que a ausência dos jogadores foi o fator principal para o empate.

“O time perdeu um pouco de profundidade sem o Pimpão. Conversei com o time no intervalo. Estávamos jogando como se o Pimpão estivesse em campo. Sem ele, tem que segurar um pouco mais a bola, girar de um lado para o outro, aproximar… E o time não fez isso. Fez falta, assim como o Sassá. Faltou velocidade. Mas se eles não estão, temos que aprender a jogar de outra forma. Não pode servir como desculpa. Temos que saber fazer a leitura do jogo”, disse.

Com o resultado, o Botafogo caiu para a quarta colocação na tabela da Série B do Campeonato Brasileiro. O próximo desafio do Alvinegro será contra o Vitória, no Engenhão, no próximo sábado, às 16h30.



Fonte: O Dia Online
Comentários