Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

René Simões recorda montagem de elenco, e Pimpão diz: ‘Se não fosse você, eu não teria ido. Fui muito feliz no Botafogo’

0 comentários

Compartilhe

René Simões recorda montagem de elenco, e Pimpão diz: ‘Se não fosse você, eu não teria ido. Fui muito feliz no Botafogo’
Instagram/René Simões

René Simões e Rodrigo Pimpão foram dois personagens importantes no resgate do Botafogo em 2015, um ano após cair para a Série B. O técnico e o atacante começaram bem a temporada e a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro, da qual o clube foi campeão e voltou à elite do futebol brasileiro.

No meio da temporada, o técnico foi demitido após eliminação para o Figueirense na Copa do Brasil e o atacante foi negociado com o Emirates Club.

Em live realizada nesta terça-feira, Pimpão contou que René Simões foi o principal responsável por sua contratação no Botafogo, após ter se destacado no América-RN.

– Se não fosse eu falar com você (René) por telefone, eu não teria ido para o Botafogo. Você me mostrou o projeto e me convenceu a ir. Sou muito grato a você porque fui muito feliz no Botafogo – relembrou Pimpão.

Montagem inusitada de elenco

O técnico contou como formou o elenco para aquele ano.

– Não tinham como fazer proposta para o Jefferson ficar, falei para fazerem, mesmo que não fosse alta. Acabaram se acertando em reunião. Quando o Jefferson acertou, eu falei “agora trago qualquer um. Tenho o goleiro da Seleção”. O Botafogo é fantástico em qualquer divisão. Falei quero os artilheiros, juntei 60 gols da Série B do ano anterior. Tinha você (Pimpão), o Bill, o Tomas Bastos e outros. Começamos a montar um trabalho muito unido e muito rápido – revelou René.

– No primeiro dia dei a todos os jogadores um papel em branco. O que era? A história de vocês no Botafogo. Vão falar que time caiu, não importa, vocês têm que escrever daqui para a frente – explicou.

Rodrigo Pimpão: um jogador tático

René Simões também elogiou Rodrigo Pimpão.

– O torcedor às vezes não entende, mas você tem essa lado tático, é muito importante para o treinador. É muito inteligente. E sabe fazer gol – afirmou René.

– Às vezes a gente é criticado, vaiado, mas tem esse lado. Tem jogo que você tem que pensar na equipe, ajudar taticamente, fazer seu dever e papel. A gente nunca quer errar, quer fazer o melhor, mas nem sempre vai acontecer. Tem aquele segundo de decisão na frente do goleiro para resolver, se toca por um lado, pelo outro, por cima… Aprendi comigo mesmo a evitar escutar muitas coisas e fazer o meu dever – disse Pimpão.

Retorno em 2016

O atacante ainda contou como foi voltar ao Botafogo em 2016, após um ano nos Emirados Árabes.

– Acabou meu contrato nos Emirados, não tive a opção de renovação e o pessoal do Botafogo já estava me ligando para a minha volta. Fiquei muito feliz, isso queria dizer que meu trabalho tinha sido bem feito. Aceitei na hora. Tive outras propostas de clubes da Série A, mas antes quis escutar a do Botafogo. Todos queriam minha volta, isso que é a recompensa, voltei muito feliz. Foi no final de 2016 o meu retorno, estávamos brigando contra o rebaixamento. Ao mesmo tempo que livramos, pegamos a Libertadores. Grupo empolgou, se fechou e foi com tudo – finalizou Pimpão, hoje atacante do CSA.

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários