Durante as entrevistas pós-jogo no gramado do Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES), um repórter da Rádio Tupi (que o FOGÃONET infelizmente não conseguiu identificar) revelou ter sido atingido por uma garrafa d’água atirada pela torcida do Fluminense, revoltada com a derrota para o Botafogo por 2 a 0. O técnico do Flu, Eduardo Baptista, também foi alvo de objetos atirados pelos torcedores tricolores.

Fonte: Redação FogãoNET