Cercado de mistério, o Botafogo enfrentou o Barra Mansa, da Segunda Divisão do Rio, com os portões do Nilton Santos fechado para a imprensa. Joel, Dudu Cearense e Rodrigo Lindoso garantiram a vitória de 3 a 1 no jogo-treino, que manteve em sigilo os planos do técnico Jair Ventura para a estreia no Brasileiro. Emprestado pelo Grêmio, Guilherme manteve em segredo os detalhes da atividade, mas não negou a ansiedade para o reencontro com seu ex-clube, domingo, em Porto Alegre.

“Particularmente será muito especial. Voltar a jogar na Arena do Grêmio, logo contra o clube que me formou. Dei uma ou outra dica para o professor Jair Ventura, de quem pode incomodar durante o jogo. A expectativa é de fazer um grande jogo”, disse, confiante, Guilherme.

Sem jogar desde o dia 23 de abril, o Botafogo terá diante do Grêmio um importante teste visando ao confronto com o Atlético Nacional (COL), dia 18, pela Libertadores. Afinal, o Alvinegro terá a chance de confirmar em casa a vaga antecipada para as oitavas de final. Sendo assim, o técnico Jair Ventura só deve relacionar os jogadores 100% fisicamente para o desafio na Arena do Grêmio.

Em evolução de uma contratura na coxa direita, Camilo deve ser preservado, assim como Carli, em recuperação de uma leve lesão na coxa esquerda. A expectativa fica por conta de Montillo. Recuperado de uma lesão muscular na coxa direita, o apoiador argentino foi desfalque nas últimas seis partidas.

“Em relação a eles, eu não sei como está a situação. Isso caberá ao departamento médico dizer depois ou não”, despistou o atacante.

Independentemente da escalação, Guilherme prevê o Botafogo firme e forte no Sul.

Fonte: O Dia Online