A exibição do Botafogo diante do Boavista não desagradou o técnico Ricardo Gomes. O treinador aproveitou o duelo para observar jogadores antes da segunda fase do Estadual. Já na primeira partida, o clássico contra o Fluminense é visto como uma “prova de fogo” para a equipe. Aliás, será a estreia de Levir Culpi no comando do Tricolor carioca.

— Será a estreia do Levir. O Fluminense tem um bom time. Tinha o Eduardo, que é bom treinador. Será mais uma prova para o Botafogo — analisou Ricardo Gomes: — Fizemos uma boa campanha, mas não sei se foi determinante. No clássico, não tem essa de vantagem. Temos é que vencer o Fluminense.

Os poucos torcedores que compareceram a São Januário demonstraram apoio ao goleiro Jefferson, que não foi convocado por Dunga para os jogos do Brasil pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. O técnico do Botafogo disse que seu capitão está bem resolvido com esta questão.

— Nem tratei disso. Jefferson é um cara resolvido, certamente assimilou. Ele sabe que o que vai valer são as atuações. Eu acho até que vai voltar à seleção brasileira. Jefferson não virou ídolo só pelo nome, mas pelas atuações. Essas mesmas que vão fazê-lo voltar à equipe — defendeu Ricardo Gomes.

A única reclamação do treinador foi em relação ao público presente, não apenas neste jogo, mas em outros:

— É uma pena. Esse público é de sub-20. Tem que pensar em algo que seja bom para todo mundo.

Fonte: Extra Online