Nesta quinta-feira (27 de julho), após a vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG e a classificação para a semifinal da Copa do Brasil, o atacante Roger falou na entrevista coletiva no Estádio Nilton Santos sobre a responsabilidade que tem dentro de campo.

“O camisa 9 vive de gols, não adianta. O 9 tem que colocar bola para dentro, dar assistência e enfim. A gente tem um sistema de jogo de jogar, se doar e ajudar na marcação. Ontem realmente foi mais um grande jogo, talvez o melhor jogo na temporada até o momento, espero que venham outros”.

Pela competição, Roger atuou em três jogos e marcou dois gols, o último foi aos 39 minutos do primeiro tempo nesta quarta-feira (26). O próximo compromisso do Botafogo será no sábado (29), diante do São Paulo, no Estádio Nilton Santos pela 17(a) rodada do Campeonato Brasileiro.

Perguntado sobre a competitividade e de ouvir que o Botafogo não seria o favorito para avançar de fase, o atacante respondeu: “Acho q futebol brasileiro é muito nivelado. As equipes estão em nível muito grande de efetividade. Ser simples, humilde e reconhecer nossas limitações”. Ele ainda completou: “Nossa grande questão é saber que temos nossa limitação, mas agora estão vendo que temos nossa qualidade. Assim como o Leicester fez na temporada passada, uma equipe tão pequena que disputou o título, por que não pode ser o Botafogo. Tem algo aqui no Botafogo que é especial e vamos saber usar isso”.

Por fim, o atacante alvinegro de 32 anos contou que estava muito eufórico com a partida e trouxe detalhes do sentimento na noite contra o Galo: “Eu queria muito vencer. Queria muito chegar na semifinal. Vamos fazer história aqui”.

Fonte: Fox Sports