O Santos busca a venda de Christian Cueva nas próximas semanas, mas esbarra no contrato de empréstimo junto ao Krasnodar (RUS).

Cueva está emprestado até 30 de janeiro de 2020 e o acordo tem cláusula de compra obrigatória de 7 milhões de dólares (R$ 27,5 mi, na cotação atual), em quatro parcelas anuais.

“Só podemos vendê-lo por 7 milhões de dólares”, disse o presidente José Carlos Peres, à Gazeta Esportiva, antes de ser questionado sobre a dificuldade de receber uma proposta com esse valor: “A Copa América terminou há pouco”.

O meia fez boa Copa América pelo Peru, derrotado na final para o Brasil, mas voltou ao elenco do Peixe sem espaço com o técnico Jorge Sampaoli e não tem sido nem opção no banco de reservas por causa do limite de cinco estrangeiros relacionados por partida – Aguilar, Derlis, Sánchez, Soteldo e Uribe são as escolhas do argentino.

O Metz, da França, tem interesse em Cueva e o empresário espera se reunir com a diretoria do Santos nesta semana para definir o futuro do atleta.

Fonte: Gazeta Esportiva