O Santos ainda sonha com a vinda do goleiro Jefferson para a temporada 2015. O nome do jogador da seleção brasileira é um dos favoritos para servir de “carro-chefe” da gestão Modesto Roma no clube alvinegro. Mesmo assim, o próprio considera o negócio difícil.

Conforme apurou a reportagem com pessoas ligadas ao time paulista, a proposta inicial feita ainda em 2014 era de uma troca com o goleiro Aranha, mas o próprio presidente Modesto Roma dá sua opinião negativa sobre o tema atualmente. “Acho muito difícil essa troca. Os dois são grandes goleiros”, definiu ao ESPN.com.br.

O presidente, por outro lado, não esconde que gostaria de contar com o camisa 1 botafoguense se for possível. “Claro que sim (gostaria de ter um jogador de seleção brasileira no elenco). O Jefferson é um excelente atleta”, avisou.

Aranha está insatisfeito com os salários atuais no Santos, assim como o goleiro do Botafogo, que vive situação semelhante no Rio de Janeiro. Modesto adota cautela e evita falar sobre a possível vinda do reforço e elogia o atual goleiro santista. “Aranha é um ótimo goleiro”, diz.

O ESPN.com.br apurou que, no fim do ano passado, Jefferson ficou bem próximo ao Santos. O atacante Robinho, em conversas informais com amigos próximos, chegava a dizer que a transação seria algo certo, mas o Botafogo reluta em perder seu principal jogador.

Do lado do Botafogo, o clube pretende recusar propostas por Jefferson, já que não possui um plano B. A ideia é apresentar mais três reforços e fechar o grupo. O problema é que o jogador continua insatisfeito com sua situação salarial. Ele não se apresentou com o grupo nesta quinta por motivo não informado.

Com contrato até o fim do ano, o goleiro pretende atuar na Série B pelo Botafogo, desde que o técnico Dunga lhe dê o sinal positivo para seguir convocando-o à seleção brasileira. Uma reunião está marcada para esta sexta para definir o futuro do jogador.

Fonte: ESPN.com.br