Como qualquer jogador que deixa o Brasil com pouca idade e sem a família, os gêmeos Alex e Anderson vivenciaram diversas situações, que fizeram com que tivessem ainda mais vontade de acertar com o Botafogo.

Após pouco mais de duas temporadas de ostracismo no futebol holandês, os jovens resolveram retornar ao Brasil para, quem sabe, conseguirem deslanchar na carreira profissional.

– Ficar longe da família, dos amigos que sempre estão presentes e não jogar com frequência foram experiências ruins – afirmou o lateral-direito Alex, que teve as palavras corroboradas pelo irmão Anderson:

– Temos o pensamento de fazer uma história bonita aqui. Tivemos uma experiência boa na Europa e aprendemos muita coisa. A forma de jogar é diferente, melhorei na marcação, cresci como homem… Foi um bom aprendizado. Vou levar para minha vida coisas que aconteceram lá. Chego aqui maduro para fazer um bom trabalho.

Fonte: Lancenet!