‘Se não fosse esse presidente, o Botafogo viraria América ou Bangu’, diz Lopes

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Gerente de futebol do Botafogo, Antônio Lopes deu uma declaração curiosa sobre o clube. Segundo o dirigente, a gestão de Carlos Eduardo Pereira impediu o Alvinegro de se tornar um novo América ou Bangu, clubes de tradição no futebol carioca que hoje estão em situação precária.

Lopes lembrou as dificuldades que viveu no Botafogo para basear sua tese.

– Começamos no final de 2014, chegamos, fui convidado pelo presidente a assumir gerência de futebol. Foi muito difícil o início porque a administração anterior deixou o futebol acéfalo, departamento sem nada, 8 jogadores apenas. Era um momento em que o Botafogo vinha de muitos atrasos de salários. Quando começamos a convidar determinados jogadores, tomamos muito não em razão da administração anterior. Diziam que o Botafogo não paga. Presidente prometeu pagar e não atrasar, disse que podia faltar papel ou café, mas não salários. Com jeitinho e conhecimento, começamos contratações. Se não fosse esse nosso presidente, sério, correto, trabalhador, agregador, o Botafogo iria virar, com todo respeito a America e Bangu, um Ameriquinha ou um Banguzinho – afirmou Antônio Lopes ao canal Fox Sports.

Notícias relacionadas